MENU

Uma só raça

Não somos todos macacos, mas sim #somostodoscriaturas

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Terça-feira, 29 Abril de 2014 as 2:55

Daniel Alves

“Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas” (Romanos 2:11).

Uma das formas mais covardes de se ofender alguém é agir com preconceito racial.

Um dos últimos episódios que vimos na mídia e que tem chamado a atenção do mundo é o caso do jogador de futebol Daniel Alves. Ele foi hostilizado em uma partida de futebol, onde um dos “torcedores” jogou uma banana no campo.

Daniel Alves poderia retribuir a ofensa de várias formas e o fez de forma surpreendente e criativa: comeu a banana que jogaram no campo.

Porém, paralelo à polêmica, surgiu uma campanha antirracismo que tem tomado as redes sociais com a hashtag #somostodosmacacos.

É preciso deixar claro que não tenho nada contra qualquer tipo legítimo de movimento ou campanha antirracismo. Porém, não posso simplesmente me deixar moldar por qualquer posicionamento de militância e oportunismo e negociar o que acredito ser.

Deus repudia qualquer tipo de preconceito (isso inclui o racial), pois Ele criou apenas uma raça: a raça humana! Raça para qual Ele, através de sua inspiração, deu o dom da vida (Jó 33:4). Raça que ele amou de tal maneira que deu seu filho unigênito para resgate deles (João 3:16). E, acima de tudo, raça que Ele criou à sua imagem e semelhança (Genesis 1:26).

Então, não somos todos macacos, mas sim #somostodoscriaturas (criacionismo, entenderam?) feitos à imagem e semelhança de Deus que por seu muito amor quer nos tornar seus filhos (João 1:12).


- Anderson Zanella

 

veja também