MENU

2017: o ano em que as nações poderão se voltar contra Israel

2017 poderá entrar para a história como o ano em que as 70 nações se voltarão contra Israel.

fonte: Guiame, Bruno dos Santos

Atualizado: Quinta-feira, 29 Dezembro de 2016 as 12:43

2017 poderá entrar para a história como o ano em que as 70 nações se voltarão contra Israel. (Foto: Reprodução)
2017 poderá entrar para a história como o ano em que as 70 nações se voltarão contra Israel. (Foto: Reprodução)

Fiquem atentos e orem por isso!

A França, através do seu ministro para os Negócios Estrangeiros promoveu uma convocação de 70 países para a realização de uma "Conferência para a paz no Médio Oriente" em Paris, para o próximo dia 15 de Janeiro. Obama deixa a presidência dos EUA dia 20/01. Líderes israelenses e palestinos serão convidados a se encontrarem separadamente no final desta conferência. Mas esta reunião que possui uma fachada para debater um processo de “Paz no Oriente Médio” visa, na verdade, julgar a soberania de Israel sobre seu território.

A França promove há muitos anos um sentimento anti-semita, por ela ter se islamizado cada vez mais. Há inclusive uma incitação para que judeus franceses deixem a França. Donald Trump, que é publicamente um apoiador de Israel, assumirá a presidência dos EUA apenas 5 dias após a conferência. Visando desarticular seu governo em qualquer apoio contrário a este projeto.

Com isso, 2017 poderá entrar para a história como o ano em que as 70 nações se voltarão contra Israel. Na Bíblia, "70" é o número para juízo e perdão. Inúmeros textos nos levam à esta interpretação. Por isso nunca é demais pedir que estejamos em reflexão constante e oração em relação as nossas vidas.

Recebemos do Senhor que 2017 será o Ano da Ordem Espiritual e acreditamos que Deus irá usar tudo e todos para promover o conserto e juízo sobre o mundo, as nações, Sua Igreja e os cristãos. Tenhamos fé e vamos arrumar nossa casa, jogando fora o que não presta e retendo aquilo que é bom.

Que Deus nos conceda Graça e Sabedoria.

Em Cristo; que todos tenham uma passagem de ano debaixo da Graça do Senhor!

 

*As opiniões aqui expressas são de exclusiva responsabilidade do autor do texto e não refletem necessariamente o posicionamento oficial do Portal Guiame.

veja também