MENU

O conflito na Faixa de Gaza e o que devemos compreender

fonte: Guiame

Atualizado: Segunda-feira, 21 Julho de 2014 as 8:52

O mundo vive uma falsa idéia de paz, pois a guerra, a partir da Faixa de Gaza é inevitável. O que estamos vendo com as tentativas de cessar-fogo é apenas o adiamento de um conflito profético e narrado milênios atrás.

Pausar um problema não significa dar a solução pra ele. A lógica desta guerra é a seguinte: Israel protege seus civis e a soberania de sua terra, devolvida, depois da total exploração árabe diante de séculos de domínio. Por sua vez, grupos financiados como o Hamas, por governos totalitaristas, usam seus civis como escudo e defesa midiática, acusando Israel de ser o irmão malvado. Basta olharmos os números de mortos de um lado e de outro.

Infelizmente a lógica deste conflito é complexa demais para explicar em um tópico, porém fica claro que as regras que os grupos "palestinos" exigem de Israel, jamais se aplicariam aos países árabes em geral.
Infelizmente a população palestina é vítima, não de Israel, mas dos grupos terroristas que administram Gaza, através do medo, da força, e das idéias alienastes que induz pessoas e até crianças como escudos humanos voluntários e homens-bombas.

Só pra esclarecer, a Faixa de Gaza é uma região distinta da Palestina, e administrada por governadores escolhidos por voto direto. Em Israel existem inúmeros árabes-israelenses que são cidadãos de origem árabe e nacionalidade israelense, e que vivem em Israel com todos os direitos e obrigações de qualquer cidadão israelense, a convivência entre árabes-israelenses (católicos e muçulmanos) e israelenses judeus é plena e pacífica em todo o território de Israel. Inclusive alguns deles lutam por Israel como o vídeo abaixo.

Por Bruno dos Santos

veja também