MENU

Também sou ateu

Ateu dos deuses que promovem os intolerância e abençoam os intolerantes. Ateu dos deuses que não têm senso de humor, não conseguem rir com os críticos geniais que fazem teologia desenhando cartoons

fonte: Guiame, Ed René Kivitz

Atualizado: Terça-feira, 13 Janeiro de 2015 as 9:39

AteísmoAteu dos deuses que mandam matar. Ateu dos deuses que se impõem pela força. Ateu dos deuses que não estão abertos ao diálogo, que não conseguem conviver com o diverso, de tão melindrosos não aceitam o contraditório. Ateu dos deuses que promovem os intolerância e abençoam os intolerantes. Ateu dos deuses que sustentam regimes de segregação.

Ateu dos deuses que convocam militantes, esses insuportáveis fanáticos patrocinados por divindades que, porque não se sustentam por si, arregimentam soldadinhos sem crítica e auto-crítica. Ateu dos deuses senhores da razão, mas sem coração. Ateu dos deuses que exigem decapitações.

Ateus dos deuses cujo maior argumento está na ponta da baioneta, do cano quente da metralhadora, nos pregos retorcidos das bombas caseiras. Ateu dos deuses que compram e vendem corpos, almas e consciências humanas. Ateu dos deuses que se promovem pelo artificio da lavagem cerebral, o controle da informação, a distorção dos fatos, da propaganda enganosa e subliminar, e do patrulhamento truculento.

Ateu dos deuses que se escondem por trás das disputas geopolíticas, se digladiam pelo petróleo, se vinculam às demandas étnicas, e são sustentados por impérios econômicos. Ateu dos deuses que cabem em cartilhas e códigos dogmáticos. Ateu dos deuses que se satisfazem com rituais macabros, se embebedam no sangue dos sacrificados, e se alimentam de manjares podres. Ateu dos deuses que cobram moedas pelo perdão, penitências pela misericórdia, e flagelos pela graça.

Ateu dos deuses que sentem prazer no assassinato de inocentes, e se alegram com o suplício dos pobres. Ateu dos deuses cujos representantes vivem encastelados e são venerados como semi-deuses. Ateu dos deuses que habitam mesquitas, sinagogas e templos.

Ateu dos deuses que não têm senso de humor, não conseguem rir com os críticos geniais que fazem teologia desenhando cartoons. Ateu dos deuses que não se encaixam em realidades como amor, compaixão, solidariedade, generosidade, perdão, justiça e paz. Esses deuses, não creio que existam além da imaginação doentia de gente que precisa de Deus.

 

veja também