MENU

Não basta censurar o que está errado, tem que fazer o que é certo

Precisamos ser modelos de uma espiritualidade viva, piedosa e operosa

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quarta-feira, 28 Maio de 2014 as 11:15

acusaçãoTenho muita preocupação com uma espiritualidade fiscalizadora da vida alheia, que consegue ver um cisco no olho do irmão, mas não enxerga uma trave no seu próprio olho.

Essa é a espiritualidade dos fariseus que julgaram Jesus de transgredir a lei por curar num sábado, mas não se sentiram transgressores tramando a morte de Jesus no mesmo sábado.

A verdadeira espiritualidade não apenas confronta e corrige o que está errado na vida do outro, mas apresenta-se como exemplo para fazer o que é certo.

Não basta criticar os outros; precisamos fazer o que é certo. Muitas vezes aqueles que são mais duros nas críticas, vivem de forma insípida e não apresentam os frutos de uma vida cheia do Espírito.

Precisamos ser modelos de uma espiritualidade viva, piedosa e operosa!


- Hernandes Dias Lopes

 

veja também