MENU

Promover a desconstrução da família é cavar um abismo para os nossos próprios pés

O Brasil não precisa de Babilônia; o Brasil precisa de Deus

fonte: Guiame, Hernandes Dias Lopes

Atualizado: Segunda-feira, 23 Março de 2015 as 8:57

Família orando unida
Família orando unida

Reagindo ao posicionamento da Frente Evangélica Parlamentar em favor da Família Brasileira que demonstrou repúdio à promoção que a novela BABILÔNIA faz da relação homoafetiva, a atriz Fernanda Montenegro, diz que essa postura é um caça às bruxas.

O que precisa ficar claro é que o povo cristão desta nação não pode aplaudir o que a Palavra de Deus reprova. Não pode promover o que a palavra de Deus condena.

Promover a desconstrução da família conforme preceitua nossa Constituição Federal e a ética judaico-cristã é cavar um abismo para os nossos próprios pés. É ir certamente para o fundo do poço. Se o país está em crise em todos os setores da sociedade, como diz a veterana e conceituada atriz, não é jogando mais uma pá de cal nessa crise que ajudaremos o Brasil a sair desse fosso.

Precisamos, ao contrário, investir na família, lutar pela família e restaurar a família! Babilônia é sinal de decadência moral e juízo divino. O Brasil não precisa de Babilônia; o Brasil precisa de Deus! Oh, se o Brasil soubesse o que significa: "Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor!".


.

veja também