Este é meu filho amado que me dá muita alegria!

Este é meu filho amado que me dá muita alegria!

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:15

Quando eu e minha esposa resolvemos casar, ela me confidenciou que não poderia me dar um filho, então eu lhe respondi que ela não podia, mas que o meu Deus podia.

Pois, assim como Jesus foi a uma festa de casamento e fez o seu primeiro milagre transformando água em vinho, meu filho Tiago foi o primeiro milagre de Jesus em nossas vidas. Creio que Ele esteve presente na festa e nos deu como prova o filho desejado, que não poderia nascer pelos meios naturais.

Naquela época eu não conhecia Jesus ainda, mas Ele já me conhecia e tinha planos para mim e minha família. Aleluia!

Fico muito emocionado ao lembrar o dia do nascimento do meu filho amado e esperado com tanta expectativa. Eu cuidava daquele bebê dia e noite, e não dividia este privilégio com ninguém.

Deus usou este filho para me ensinar o que significa o amor de pai pelo primogênito, pois Jesus era o primogênito de Deus.

Dois anos depois do nascimento de Tiago, minha esposa adoeceu e foi desenganada pelos médicos e, com tantos gastos, acabamos falindo a empresa que tínhamos. Quando os médicos deram três dias de vida à minha esposa, cheguei a pensar em fazer uma loucura; entretanto, mais uma vez Deus usou o Tiago como um anjo para evitar isso e, no dia seguinte, Jesus entrou em nossas vidas e a curou, isso mudou a nossa história.

Se a minha história está intimamente ligada a do meu filho é porque ele sempre esteve junto a mim e participou das maiores decisões que tomei na minha vida. Quando decidi deixar tudo e me tornar pregador, passamos por momentos de grandes provações e privações. Por vários anos eu não tive condições de dar sequer um brinquedo para ele e, raramente, eu podia estar presente nos seus aniversários. Eu sempre estava longe, trabalhando em uma missão, como hoje que estou em Joinville.

Apesar das ausências, Tiago não reclamava de nada e sempre foi muito dócil, compreensivo, amoroso, bastante diferente das crianças da sua idade.

Reflita agora, por favor, sobre o significado de sofrimento e renúncia... pois, foi isso que meu primogênito sofreu conosco durante toda a luta que enfrentamos pelo ministério.

Inicialmente, comecei a pregar em uma favela, onde ofertamos tudo o que possuíamos; depois, fomos para uma cidade que era conhecida por expulsar os pregadores do Evangelho. Várias autoridades nos ameaçaram e tentaram me expulsar da cidade por causa dos milagres que Jesus estava operando. Foi exatamente ali que começamos a nossa casa de oração 24 horas por dia.

Quando Tiago tinha sete anos, tentaram raptá-lo várias vezes para me amedrontar e me forçar a sair da cidade. Ele dormia embaixo do altar, porque todas as noites vinham nos atacar. Quando eu pensei que ele ficaria traumatizado com os tiros e ataques do inimigo, veio sobre ele o Espirito Santo e meu filho começou a falar em novas línguas e começou a ser usado para realizar curas e milagres em nome de Jesus.

Nós morávamos na igreja e, nessa época, a perseguição estava no auge; as ameaças de morte aumentaram e todos os dias a nossa igreja era atacada. Os inimigos enviavam mensagens indicando que estavam apontando uma arma para mim e que iriam me matar se eu continuasse a pregar naquela cidade. Então, eu fiz um pedido:

- Meu filho, se eu for atingido aqui, neste altar, e cair morto, quero que você pegue o microfone e continue a pregar e termine a obra que seu pai começou...

Meu primogênito prometeu que faria isso - Sim, pai pode contar comigo. Eu prometo!

Hoje, 25 anos depois ele continua cumprindo sua palavra.

Meu filho, hoje casado com pra. Claudia, com quem teve um maravilhoso filho (Isaque), atualmente, é o pastor daquela igreja que até hoje mantém 24 horas por dia de oração. Mais uma vez é seu aniversário e eu, seu pai, estou longe com o coração apertado, escrevendo a nossa história com lágrimas nos olhos, mas com o coração cheio de Amor venho te dizer:

Tiago, você é o meu primogênito, o meu filho amado que me dá muita alegria.

 

Por Joel Engel

Siga-nos

Mais do Guiame