MENU

Visão do Tabernáculo de Davi será implantada nas nações Africanas

Joel Engel deseja impactar todo o continente com a mesma visão que tem mudado o destino de líderes e ministérios em muitas nações: a visão do Tabernáculo de Davi.

fonte: Guiame, Joel Engel

Atualizado: Terça-feira, 18 Outubro de 2016 as 4:57

Joel Engel está implantado a visão do Tabernáculo de Davi nas nações Africanas. (Foto: Divulgação)

No início do seu ministério, o profeta Joel teve uma visão da adoração no céu onde Deus recebe adoração dia e noite sem cessar.

Naquele dia nasceu o primeiro grupo de oração 24 horas por dia sem cessar. Depois Deus comissionou seu servo à levar às nações esta visão do Tabernáculo de Davi, que estabelece oração e adoração ao Senhor 24/7, a fim de que Ele seja totalmente entronizado em uma determinada localidade.

Este sempre foi um sonho do Apóstolo Joel Engel há mais de 30 anos, quando ele mesmo começou a construir a primeira Casa de Oração em Faxinal do Soturno, no Rio Grande do Sul.

Agora isso já se tornou uma realidade em todas as regiões do país .

Regiões do Brasil

Para alcançar a nação, o profeta nomeou líderes em cada uma das cinco regiões do Brasil para espalhar esta visão e estabelecer grupos de oração em todos os estados e cidades brasileiras.

África

Agora, o próximo passo será implantar esse propósito em outras nações. O primeiro alvo será a África, onde Joel Engel deseja impactar todo o continente com a mesma visão que tem mudado o destino de líderes e ministérios em muitas nações: a visão do Tabernáculo de Davi. Sua missão tem sido incendiar líderes, levantá-los e treiná-los para que ergam em suas cidades torres de intercessão e adoração 24/7, ou seja, ininterruptas. As torres não precisam ser erguidas fisicamente, podem funcionar dentro das próprias igrejas, onde os membros e líderes se revezem dia e noite, sem deixar de cobrir nenhum minuto do relógio de oração, estabelecendo assim 24 horas de oração durante sete dias da semana.

Essa busca do Apóstolo vem de uma firme convicção de que quanto mais as nações se unirem a esta visão, também será maior o nível de unção que receberão: “Quando a oração é realizada de forma individual, é capaz de produzir apenas um pouco de unção, mas se todos estiverem em unidade, as orações sobem ao céu e produzem chuvas, de onde nascem os rios de Deus. Cada lágrima e cada minuto dispensado pelos intercessores na presença do Senhor, tem sido transformado em unção”, detalhou.

Dessa forma, guerreiros de oração como o Pastor Mauro Lastra, presidente do Conselho de Ministros Evangélicos do Rio Grande do Sul (Conime) e o Arcebispo Bwambale Wilson representante da Escola Profética na África, tem multiplicado a visão do Tabernáculo naquela nação.

O Arcebispo Bwambale está reunindo milhares de líderes Africanos para receber Joel Engel e que vai implantar a visão e ungir os guerreiros de vinte oito nações.

O próprio presidente de Uganda Yoweri Kaguta Museveni está aguardando o profeta Joel, tal é a expectativa para este evento.

O envolvimento e comprometimento dos irmãos africanos em realizarem orações, somados à sede do povo pela unção, tem atraído cada vez mais a presença do Eterno.

Grupos de orações

Arcebispos, bispos e pastores já se mobilizaram e já formaram grupos de oração 24 horas por dia para orar pelo evento.

O Tabernáculo e a geografia local

O Rei Davi foi um homem segundo o coração de Deus, por isso foi escolhido para estabelecer o Tabernáculo de Oração. Este foi um período áureo na nação de Israel e a única vez na história em que o povo conquistou todos os territórios, adquirindo uma riqueza sem precedentes. Quando o Tabernáculo é estabelecido em um país ou território, também é estabelecido o governo de Deus e toda a geografia é alterada. “Isso aconteceu no Rio Grande do Sul em 2012, quando as orações venceram a pior seca dos últimos sessenta anos. Depois tomou conta de Roraima, que vivia uma seca há três anos, até o dia em que pregamos para o Governador deste estado e o desafiamos a instituir a oração diária no Palácio e a dobrar os joelhos diante da multidão, confessando a Jesus.

A partir daquele momento começaram a descer as chuvas sobre o Estado. Deus também me levou a realizar um ato profético e ministrar uma palavra para os índios, que mudaria suas vidas. Eles deveriam perdoar os brancos e entregar suas vidas e suas terras para Jesus, para que a chuva descesse”, testemunhou o Apóstolo Joel e concluiu: “Enquanto isso acontecia, o grupo de intercessores esteve na brecha por esta causa e o resultado foi a maior chuva dos últimos quarenta anos em Roraima. Houve paz entre brancos e índios, fruto do Tabernáculo de oração, estabelecido naquele lugar – ele tem o poder de mudar a atmosfera e transformar completamente qualquer situação".

Em dezembro deste ano o Profeta parte para mais uma etapa da expansão da visão do Tabernáculo de Davi. O alvo serão 28 nações africanas que estão debaixo da cobertura do Arcebispo Bwambale Wilson, através da Ágape Church, na Primeira Conferência para mais de oito mil líderes africanos, na Uganda. "Assim que chegarmos de Israel estaremos passando essa visão na África entre os dias 01 e 04 de dezembro. A visão do Tabernáculo de Davi está atingindo a terra, já são mais de cem nações que tem participado conosco e já estão pondo em prática essa visão", celebrou.

*As opiniões aqui expressas são de exclusiva responsabilidade do autor do texto e não refletem necessariamente o posicionamento oficial do Portal Guiame.

veja também