MENU

Use seu restart com sabedoria esse ano

O que é necessário, entretanto, para ter um ano top, é uma consagração diária, porque ninguém vive da unção do 31 de dezembro - é preciso óleo fresco para fazer gerar o motor das nossas vidas

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 2 Janeiro de 2015 as 12:57

ano novoAs pessoas fazem todo tipo de mandinga na virada pra "entrar" no ano novo com o pé direito. Usam tudo branco pra ter paz, amarelo pra ficar rico, vermelho pra fazer sexo, rosa pra encontrar a "tampa da panela" e por aí vai a enxurrada de cromo-superstição dos brasileiros.

Elas fazem promessas, oferendas, resoluções, cruzam os dedos e dão pulinhos, e tantas coisas sem razão e cheias de fantasias, que eu me pergunto (com todo o respeito) onde estão os miolos delas.

É de ficar estarrecido o nível de credulidade que as pessoas nutrem em relação a rituais de passagem e datas comemorativas, e é compreensível até certo ponto a euforia e o desejo de "boas vibrações", mas é necessário equilíbrio e discernimento.

Não é querendo ser chata, mas quantos de nós assumimos a responsabilidade pela qualidade que o nosso ano teve? Pelos rumos que ele tomou.

Não estou querendo colocar na conta das nossas responsabilidades catástrofes e fatalidades quaisquer, obviamente, mas o ano é um conjunto de dias e meses que poderiam ter sido melhores, desde que a nossa atitude fosse diferente, e nossas decisões, acertadas.

Definitivamente não é uma noite de unhas douradas, cabelos escovados e vestidinho-cor-do-seu-desejo que vai determinar a qualidade dos seus 365 dias seguintes. Não se iluda. Não é a cor da sua calcinha que vai definir se o "projeto mozão" vai ser concretizado em 2015, são outros fatores que passam longe deste quesito. Nem nenhuma resolução express que vai te trazer o emprego dos sonhos, e melhorar a sua vida milagrosamente, viu?! Ah, também não será o fato de "romper o ano" na igreja, amém? Porque você sabe, também há "superstição gospel", e tem gente que acha que se não for ungido pelo pastor na virada, ou não consagrar o bendito ano seguinte, fazendo voto, propósito ou campanha de oração, pode dar "brecha ao inimigo". (Tomara que você não tenha caído nessa)

O que é necessário, entretanto, para ter um ano top, é uma consagração diária, porque ninguém vive da unção do 31 de dezembro - é preciso óleo fresco para fazer gerar o motor das nossas vidas.

É preciso entender também, que é a intensidade da nossa obstinação e a densidade da nossa fé que fazem dos nossos dias unidades que compõem o "conjunto ANO" com mais qualidade que o anterior.

Enquanto muitas pessoas fazem contagem regressiva e cruzam os dedos "misticamente" (e outras tantas figas ensinadas nas revistas Capricho e similares), tenho a impressão de que maior proveito haverá se agradecermos porque, como o poeta falou, tiveram a ideia genial de fatiar o tempo, e nos dar a bendita sensação de recomeço, ainda que estejamos apenas continuando a ser exatamente quem somos, e nada mais.

Que você use seu restart com sabedoria esse ano. É o que eu pretendo fazer.

Feliz Ano Novo, no amor de Cristo,


- Luciana Honorata

 

 

veja também