MENU

Formas práticas de se aplicar as “5 solas” da Reforma em sua vida!

A Reforma Protestante não foi apenas um evento isolado que marcou o curso do Cristianismo no mundo, mas também traz conceitos que podem ser bem aplicados em nossas vidas.

fonte: Guiame, Marcos Botelho

Atualizado: Segunda-feira, 7 Novembro de 2016 as 5:07

Martinho Lutero contestou a Igreja Católica ao final da Idade Média e acabou desencadeando a Reforma Protestante. (Imagem: Minha Vida Cristã)
Martinho Lutero contestou a Igreja Católica ao final da Idade Média e acabou desencadeando a Reforma Protestante. (Imagem: Minha Vida Cristã)

Fiz essa lista, pois muitas vezes nós reformados ficamos aplicando os 5 pilares da reforma para os católicos ou neopentecostais, precisamos também aplica-las para nós, pois nossa vida precisa sempre estar se reformando.


SOMENTE A BÍBLIA
– Estude a bíblia diariamente, não adianta você ter acesso a ela e não colocar em prática sua vida devocional.

– Frequente uma igreja em que o pastor pregue com frequência de forma expositivo: focando em um único texto podemos entender claramente o contexto em que o texto foi escrito. Isso facilita muito o entendimento do texto, sem contar que ninguém aguenta mais pregação colcha de retalhos (muitos versículos e pouca profundidade)

– Participe de um pequeno grupo durante a semana; você não precisa de um pastor para entender a Palavra de Deus, mas a interpretação indutiva comunitária ajuda muito, sem contar que facilita muito a aplicação da Palavra.

– Busque informações sobre o livro da bíblia que você vai estudar. Sempre é bom entender o contexto de um texto antes de estudar, isso pode ser na EBD, em cursos livre de EAD, em podcasts ou comentários bíblicos.


SOMENTE CRISTO
– Verifique sempre se no final da mensagem que você ouve o “herói” da história é Cristo e o evangelho e não uma lição moralista.

– Não coloque pastores ou líderes como mediadores entre você e Deus.

– Não coloque a teologia ou a intelectualidade como meio de chegar até Deus. Até a teologia da Graça, se você colocar a fé e a vida nela, vira um meio e um amuleto para chegar a Deus. Isso é idolatria.

– Entenda que a sua mente sempre vai procurar alguma forma de substituir Cristo por outros meios de chegar a Deus. Essa auto reflexão deve ser feita diariamente


SOMENTE A GRAÇA
– Não deixe a lógica mercadológica entrar na forma com a qual você lida com dízimos e ofertas; Deus não precisa do seu dinheiro, o que Ele te deu e te dará será sempre pela graça.

– Não deixe a lógica mercadológica entrar em suas orações, onde você torna Deus em um gênio da lâmpada e só conversa com Ele para que seus desejos sejam realizados.

– Não faça das suas boas obras e ações de caridade um amuleto para “garantir” seu bem estar e sua proteção.

– Use o constrangimento que a graça traz,para ter um coração grato e não para querer encontrar algum mérito retributivo.


SOMENTE A FÉ
– Não tente materializar sua fé em coisas ou lugares, pois esse é o princípio da idolatria.

– Não use sua bíblia como amuleto, se você não a lê, ela não passa de um livro normal que pode ser jogado fora, não a transforme em um papa de papel.

– Se lembre que a fé é um meio e não o fim: é como uma torneira bonita, se ela não tiver conectada a fonte de água de nada vale, não é o tamanho da sua fé e sim em quem ela está conectada.

– Não transforme o lugar onde a igreja se reúne em um lugar sagrado, sagrado é o Cristo, e pela fé Ele consagra o nosso coração.

– Lembre-se de que nem a fé que você tem veio de você, é dom de Deus.


SOMENTE A DEUS TODA GLÓRIA
– Não dê a glória do seu sustento para o seu trabalho, pois Deus é o único que traz sustento para toda a existência.

– Não dê a glória da sua felicidade para a sua família, pois vem de Deus toda bem aventurança, mesmo que Ele use a sua família muitas vezes.

– Não dê a glória de toda a sua força e seu entendimento para a sua existência, pois tudo que foi criado, incluindo você, foi para glorificar a Deus.

 

*As opiniões aqui expressas são de exclusiva responsabilidade do autor do texto e não refletem necessariamente o posicionamento oficial do Portal Guiame.

veja também