MENU

Eu sou apenas um resultado?

O caos do mundo se deve ao pecado, ao mal que está infectado nele, e às escolhas ruins que eu e você fazemos diariamente só pioram esse cenário.

fonte: Guiame, Mariana Mendes

Atualizado: Quarta-feira, 27 Julho de 2016 as 5:45

Cálculos. (Foto: IG)
Cálculos. (Foto: IG)

O que nós somos? O que forma nossa personalidade? Aquilo que podemos dizer sobre nós mesmos? C.S Lewis disse algo mais ou menos assim: nossa verdadeira personalidade só é encontrada quando estamos completamente em Cristo, quando deixamos todo o nosso ‘eu’ morrer para que Cristo viva em nós. É como se fôssemos células do corpo de Cristo e, enquanto vivermos separados desse corpo, somos apenas o resultado das situações que nos foram impostas até hoje, mas quando estamos verdadeiramente Nele, e deixamos esse falso ‘eu’ morrer, é aí que nos encontramos verdadeiramente.

Pense bem, a Bíblia nos diz que todos podemos ser Filhos de Deus, todos somos alvos desse incrível amor, todos somos iguais perante os olhos de Deus, e por iguais eu digo que temos a mesma importância, mas é claro que cada indivíduo é único. Mas se é assim, como podemos aceitar que nossas vidas tenham tantas diferenças? Como podemos querer personalidades melhores se algumas pessoas simplesmente não tiveram as mesmas oportunidades que outras?

O caos do mundo se deve ao pecado, ao mal que está infectado nele, e às escolhas ruins que eu e você fazemos diariamente só pioram esse cenário. Entretanto, se a nossa única opção fosse que nós somos um simples resultado da criação de nossos pais, dos amigos que fizemos, das decisões que tomamos, dos erros que cometemos, bom... Acredito que podíamos começar a nos desesperar imediatamente!

Só que não! Eu e você não somos apenas um resultado de uma equação complicada, isso é o que o mundo tem para nós. Eu e você podemos ter uma personalidade completa, um ‘eu’ realmente verdadeiro, um ‘eu’ que só podemos encontrar em Cristo, que encontramos quando renunciamos esse resultado que o mundo nos mostrou e passamos a declarar: “Não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim.” E a partir do momento em que Cristo passa a viver em nós e que nos tornamos parte de Seu corpo, encontramos o nosso lugar nesse código, é então que vamos nos encontrar verdadeiramente, deixando de ser meros resultados para sermos nós mesmos!

 

*As opiniões aqui expressas são de exclusiva responsabilidade do autor do texto e não refletem necessariamente o posicionamento oficial do Portal Guiame.

veja também