MENU

Os homossexuais são os novos intolerantes

Basta ligar a TV para ver um casal homossexual com diálogo que induz o público a formar opinião favorável à aprovação de famílias homossexuais, filmes que te fazem acreditar que o casamento é uma instituição falida, entre tantas outras mentiras que estão sendo pregadas todos os dias. Se você não concordar, você é o vilão!

fonte: Guiame, com colaboração de Marcella Menezes

Atualizado: Quarta-feira, 18 Março de 2015 as 3:47

Cantor Elton John
Cantor Elton John

Uma polêmica tomou conta de sites e redes sociais essa semana, quando o Cantor Inglês Elto John, via rede social Instagram, declarou um boicote aos estilistas Italianos Domenico Dolce e Steffano Gabbana, da marca Dolce&Gabbana, após ler entrevista concedida pela dupla à revista Panorama, na qual afirmam que a única família é a tradicional, composta por um pai e uma mãe. Na mesma entrevista, Dolce declara “Você nasce e tem um pai e uma mãe. Ou pelo menos deveria ser assim, e é por isso que não acredito em crianças criadas pela química, em bebês sintéticos, em barrigas de aluguel.”

Sir Elton John que é casado com David Furnish – com que tem 2 filhos resultados de fertilização in vitro - se posicionou contra a marca Dolce&Gabbana e em sua conta na rede social Instagram "Como se atreve a dizer que os meus filhos maravilhosos são “sintéticos”? #BoycottDolceGabbana

A declaração inesperada e politicamente incorreta da dupla de estilistas, que já foi um casal homoafetivo, levantou uma confusão com muitas celebrides se posicionando contra ou a favor.

Independente de ser contra ou a favor da Fertilização em vitro para casais homo ou heterossexuais, o fato é que quando você toca no mundo gay, os ânimos são completamente alterados. A pergunta que fica é quem são os verdadeiros intolerantes? Seriam esse os supostos ativistas gays que atacam qualquer pessoal por uma opinião diferente. Pregam a compreensão, a tolerância e te atacam quando a sua opinião diverge da deles.

O mundo está caminhando, não só para que famílias homossexuais sejam aceitas legalmente e socialmente, como para que isso se torne uma coisa natural. As novelas e programas de televisão estão batendo constantemente em outros formatos de família que não sejam formados por um pai e uma mãe. Basta ligar a TV para ver um casal homossexual com diálogo que induz o público a formar opinião favorável à aprovação de famílias homossexuais, filmes que te fazem acreditar que o casamento é uma instituição falida, entre tantas outras mentiras que estão sendo pregadas todos os dias pelos meios de comunicação. Se você não concordar, você é o vilão!

Mas como os cristãos se posicionam nesta situação?

Devemos defender a nossa fé, nos posicionar sempre. Participar da política, escolher com sabedoria o entretenimento que consumimos diariamente e orientar nossos filhos à luz do evangelho. E nunca estimular ou agir com raiva contra os homossexuais. Se todo cristão tratasse com respeito e amor ao próximo, independente do estilo de vida de cada um, o mundo teria mais pessoas convertidas a Jesus. É lamentável ver alguém pertencente ao povo de Deus não saber lidar e, pior, tratar com desprezo pessoas homossexuais. Afinal, o evangelho é para TODA a criatura. Pare e pense: O que faria Jesus em seu lugar?

 

- Paula Fuzeto - publicitária, designer de interiores, especialista em organização e blogueira na área de produtividade, organização, finanças e vida prática. Integrante da diretoria do ministério jovem da Igreja Adventista da Promessa, em Prado Velho, Curitiba-PR, e professora na igreja.
blogchegadebagunca.com.br


.

 

veja também