MENU

O ensino de Jesus sobre dinheiro

Seus discípulos não devem acumular riquezas nesta vida – uma das falsas seguranças do dinheiro consiste em garantir o futuro.

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Terça-feira, 1 Julho de 2014 as 12:19

dinheiroDinheiro não é força neutra. Ele conspira contra nós, semelhante a uma divindade má. Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e a Mamóm – dinheiro – Mateus 6.24.

A ansiedade do idólatra – de não saber o humor da divindade – não deve contaminar a oração. Não é necessário rastejar, fazer sacrifício, penitência, corrente de oração ou qualquer outro mecanismo para “conseguir” coisas de Deus. Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo… Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no fogo, não vestirá muito a vocês, homens de pequena fé? Portanto, não fiquem ansiosos, dizendo, “o que vamos comer?” ou o “que vamos beber?” “ou o que vamos vestir?” Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas… Mateus 6.28-32

Fé não consiste na disciplina de ficar horas e horas repetindo a mesma prece. Bombardear o céu com inúmeras petições ou amealhar uma multidão de intercessores para “alcançar” um milagre não condiz com a percepção de Deus como pai-mãe amoroso e bondoso. Quando orarem, não fiquem repetindo a mesma coisa, como fazem os pagãos. Eles pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não sejam iguais a eles, porque o Pai sabe do que vocês precisam, antes mesmo de o pedirem – Mateus 6.7-8.

Seus discípulos não devem acumular riquezas nesta vida – uma das falsas seguranças do dinheiro consiste em garantir o futuro. Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões roubam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não roubam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração – Mateus 6.19-20

Os seguidores de Jesus devem buscar não bênçãos, milagres, prosperidade, vantagem pessoal, mas um mundo justo, solidário, inclusivo. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, pois serão fartos – Mateus 5.6. Deus não é meio de subir e passar pelas apertadas malhas sociais. Busquem em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça, e todas as coisas lhe serão acrescentadas – Mateus 6.33

Riqueza é obstáculo para entender, viver e divulgar os valores do reino de Deus. Como é difícil aos ricos entrar no reino de Deus. De fato, mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no reino de Deus. – Lucas 18.24.

Ostentação de roupas caras, jóias e supérfluos – comportamento dos falsos – não condizem com seus seguidores. Cuidado com os mestres da lei. Eles fazem questão de andar com roupas especiais, e gostam muito de receber saudações na praças e ocupar os lugares mais importantes nas sinagogas e os lugares de honra nos banquetes. Eles devoram as casas das viúvas, e, para disfarçar, fazem longas orações. Esses homens serão punidos com mais rigor – Lucas 20.46-47.
Seus discípulos não devem ter apego a qualquer bem material. Nenhuma posse é permanente. Cuidado, fiquem de sobreaviso contra todo o tipo de ganância, a vida de um homem não consiste na quantidade de seus bens – Lucas 12.15.

Desprendimento com bens materiais é testemunho de que seus discípulos entenderam a mensagem do reino de Deus. Vendam o que têm e deem esmolas. Façam para vocês bolsas que não se gastem com o tempo, um tesouro nos céus que não se acabe, onde ladrão algum destrói – Lucas 12.33

Soli Deo Gloria


- Ricardo Gondim

 

 

veja também