MENU

Quando enxergamos fora da caixa, problemas não são só problemas

A cruz era um símbolo de maldição e se transformou num símbolo de fé e de bênçãos.

fonte: Guiame

Atualizado: Sábado, 4 Abril de 2015 as 3:35

 

Minha linda netinha, a Senhorita Livia, é uma meiga e graciosa ruivinha de sete aninhos. Foi ela quem me deu de presente de Páscoa o Aladim, esse simpático elefantinho. Além de seu abraço tão amoroso, o meu maior presente, na verdade, foi a alegria em ver na minha netinha a sensibilidade e a capacidade de conseguir enxergar na caixinha de ovo de Páscoa algo a mais do que uma caixinha. Ela enxergou um elefantinho onde todos estavam vendo apenas uma caixa. E vejam, não apenas conseguiu enxergar além da caixinha, como também conseguiu fazer com que sua perspectiva tomasse forma. A vida nos coloca caixinhas e caixonas nas mãos e nós sempre temos a opção de as vermos como elas parecem ser ou como elas podem ser. Ou podem ficar.

Assim, veja o que Jesus fez com as caixas que recebeu! A cruz era um símbolo de maldição e se transformou num símbolo de fé e de bênçãos. O túmulo virgem de José de Arimateia, onde Ele foi sepultado, era o fim da estrada, o fim da caminho e Deus, em Cristo, o transformou em passagem, em uma escala. E hoje, o túmulo vazio é a grande mensagem de esperança para o mundo. A grande questão é o que vamos fazer com as nossas caixas. A caixinha da Senhorita Livia se transformou em Aladim e vai para um lugar especial na estante. Possivelmente seria descartada, mas agora ganhou valor de estimação e será guardada com carinho.

Peço a Deus que nessa Páscoa de 2015 nos dê a graça de sabermos lidar com as nossas caixas. E que passe a ter mais sentido em nossas vidas que TODAS AS COISAS CONTRIBUEM PARA O BEM DAQUELES QUE AMAM A DEUS! Feliz e abençoada Páscoa!

Sobre o autor
Roberto de Lucena, Pastor da Igreja O Brasil Para Cristo, Deputado Federal licenciado e atual Secretário de Turismo do Estado de São Paulo.
Página Oficial: Facebook

veja também