MENU

Paternidade espiritual

Cobrir a vida de alguém é jamais se valer da posição de guia para impor a sua vontade.

fonte: Guiame, Ubirajara Crespo

Atualizado: Quarta-feira, 20 Julho de 2016 as 4:37

Nada serve como meio de exercer controle sobre alguém. (Foto: Revista MDA)
Nada serve como meio de exercer controle sobre alguém. (Foto: Revista MDA)

Cobertura espiritual é prestar proteção e cercar suas ovelhas com amor e com toda forma de serviço, tanto espiritual, quanto emocional e material. O serviço mútuo é muito abrangente e inclui convivência amorosas, elogios, críticas, ensino da Palavra através de explanação, conversa e vivência, refeições em conjunto, reunião de casais, suprimento de necessidades, incentivos, oração pelos enfermos, doação pessoal e mais incentivos do que críticas amargas.

Jamais deveríamos usar terminologia bíblica com a finalidade de controlar pessoas. Não existem chefes nem subalternos na Igreja, há somente irmãos.

Cobrir a vida de alguém é jamais se valer da posição de guia para impor a sua vontade. Nada serve como meio de exercer controle sobre alguém. A submissão, na Igreja, não tem mão única, ou seja, de cima para baixo, mesmo porque, no Corpo, não existem níveis hierárquicos, mas nele, a submissão é mútua.

No Corpo todo mundo tem algo para para receber ou acrescentar à todo mundo. Submissão tem mais com ouvir e aprender, do que com mandar, mais a ver com estimular do que se impor.

Ovelhas não foram chamadas por Deus com o objetivo de apoiar, sustentar e defender o ministério pastoral. Pastores, sim, foram convocados para ajudar as ovelhas, de quem são servos e não donos, a descobrirem seus dons, desenvolverem suas capacitações e a realizarem o seu ministério.

Gálatas 5.1. "Para a liberdade Cristo nos libertou; permanecei, pois, firmes e não vos dobreis novamente a um jugo de escravidão".

 

*As opiniões aqui expressas são de exclusiva responsabilidade do autor do texto e não refletem necessariamente o posicionamento oficial do Portal Guiame.

 

veja também