MENU

Shows Gospel: Investimento institucional ou pessoal?

Deus me aceita no lugar onde estou, seja dentro de um prédio ou fora dele. O prédio não santifica ninguém, assim como a ausência dele também não. Se o coração estiver pronto, ele me alcança.

fonte: Guiame, Ubirajara Crespo

Atualizado: Quarta-feira, 19 Outubro de 2016 as 5:08

Show. (Foto: Notícias Enfasis)
Show. (Foto: Notícias Enfasis)

Quem não tem espiritualidade para oferecer, oferece suntuosidade, granito, mármore, pedras, paramentos e shows. O #showGospel.

Deus não aceita as pessoas do jeito que elas estão para que continuem do jeito que estão, mas para trabalhar suas vidas e fazê-las crescer. Aprendi isso na escola dominical há cinquenta anos atrás. Mas Ele me aceitou daquele jeito que eu estava na época e me fez crescer nEle.

Creio, porém, que eu poderia ser mais claro e ter dito que Deus me aceita no lugar onde estou, seja dentro de um prédio ou fora dele. O prédio não santifica ninguém, assim como a ausência dele também não. Se o coração estiver pronto, ele me alcança.

O que faz com que o grupo seja uma Igreja não são o material com o qual suas paredes foram construídas: cimento, madeira, barro, pano ou vento.A parede que faz a diferenças é a parede do coração.

Creio que devemos investir mais, na construção deste tipo de parede e não na destruição de qualquer outra. Vamos fazer pontaria no alvo certo.

Não há como oferecer garantias de crescimento espiritual só porque alguém saiu fora de uma parede institucional. Principal se formos motivados por qualquer razões que não sejam o amor ao Senhor e aos irmãos que frequentam o mesmo grupo.

Um grupo formado por pessoas que cultivam a mágoa, o ressentimento e a revolta, não tem nada a oferecer, não importa onde se reúna. O alvo onde devemos fazer pontaria não é o endereço físico. O endereço certo é o coração.

O prédio deixará de ser o endereço errado, somente se naquele lugar estivermos edificando corações.

Jesus nos ensinou a concentrar nossas defesas na proteção do coração, pois dele procedem as saídas da vida.

Não tem problema nenhum com reunir em lares, debaixo de árvores, em uma garagem, dentro de um carro, em auditórios alugados ou em prédios construídos para este fim.

A gente não institucionaliza prédios e lares. Os prédios não têm nada a ver com isso. Eles não pensam, não decidem, não possuem motivações, não amam e não tomam decisões. Quem faz isso somos nós. Vamos investir mais nas pessoas que alcançamos, pois elas é que são a casa de Deus.

Nem o prédio, nem a ausência dele será capaz de criar unidade, um só parecer, um só propósito, amor, paz, etc.

Façamos a escolha mais correta:

1. Continuar sendo a pessoa errada, mesmo depois de descobrir qual é o lugar certo.
2. Ser transformado na pessoa certa, mesmo que o local não seja o mais apropriado.
3. Investir no local certo, mas acima disso investir na motivavação correta.

Afinal, o que é o certo? O lugar ou o coração?

 

*As opiniões aqui expressas são de exclusiva responsabilidade do autor do texto e não refletem necessariamente o posicionamento oficial do Portal Guiame.

veja também