MENU

Vamos voltar a Belém!

O avivamento tão esperado está no retorno e não no avanço

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quarta-feira, 24 Dezembro de 2014 as 10:12

nascimento de JesusVamos para Belém, não na terra onde Jesus nasceu, nem hoje, e sim ao espírito que reinou há dois mil anos atrás. Quando o Reino Eterno coube em um ínfimo espaço de tempo e em um lugar tão apertado como uma mangedoura.

... De repente, uma grande multidão do exército celestial apareceu com o anjo, louvando a Deus e dizendo: “Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens aos quais ele concede o seu favor”. Quando os anjos os deixaram e foram para os céus, os pastores disseram uns aos outros: “Vamos a Belém, e vejamos isso que aconteceu, e que o Senhor nos deu a conhecer”. (Lucas 2:13-15 NVI)

E ainda existe gente, que não acredita que Deus possa caber em nossos corações.

Precisamos entender como a simplicidade coube e a Glória Suprema nasceu de forma tão simples.

O Natal nos dá uma oportunidade de descobrir como a grandeza pode ser gerada durante um ato de exclusão social e não da procura de aclamação popular. Não havia lugar para ele, nem em hospedarias.

Dificilmente encontraremos lugar em nossos corações para promover grandes eventos em outros lugares além de pousadas de luxo, hotéis, resorts e estádios padrão FIFA.

Vamos voltar a Belém!

O avivamento tão esperado está no retorno e não no avanço.


- Ubirajara Crespo

 

veja também