Idealizador da Expoevangélica avalia crescimento da Feira: "Quebramos as barreiras interestaduais"

Em entrevista exclusiva ao Portal Guiame, o Pastor Francisco Everton (F. Everton Eventos) celebrou as conquistas alcançadas e falou sobre os impactos gerados pela Feira.

fonte: Guiame, João Neto

Atualizado: Sexta-feira, 12 Junho de 2015 as 4:38

A expectativa é grande e os últimos detalhes para a Expoevangélica 2015 já estão sendo acertados. Além de diversas empresas, ministérios e igrejas evangélicas já confirmarem sua participação como expositores, grandes nomes da música gospel nacional também irão animar o evento com os mais variados estilos.

Cantores, como Jonas Vilar, Cristina Mel, J. Neto, Novo Som e Rose Nascimento, entre tantos outros já estão confirmados para participar desta grande festa, que irá celebrar os 10 anos da Feira que acontece no Centro de Eventos do Ceará e já é reconhecida em nível nacional.

Em entrevista exclusiva ao Portal Guiame, o idealizador do evento, Pastor Francisco Everton (F. Everton Eventos) celebrou as conquistas alcançadas e falou sobre os impactos gerados pela Feira.

Confira abaixo a entrevista na íntegra:

Portal Guiame: Em 2015, a Expoevangélica está completando 10 anos. Avaliando um plano geral, o que pode-se destacar sobre o crescimento e conquistas da Feira?

Pastor Francisco Everton: Realmente, a gente tem que agradecer a Deus, porque nestes 10 anos, houve um crescimento significativo na Expoevangélica. Nós iniciamos um projeto que Deus colocou no nosso coração. A gente sabe que as três primeiras edições vieram de forma muito difícil, ao ponto da gente querer desistir. Mas com fé e confiança na Palavra de Deus a gente prosseguiu. Neste ano, podemos destacar em todos os aspectos - tanto na parte de expositores, como de atrações - a extensão que a Expoevangélica ganhou nestes 10 anos. No início se restringia praticamente ao município de Fortaleza (CE), alcançou o Estado do Ceará e hoje já quebramos as barreiras interestaduais. Pessoas de diversos estados do Brasil já ligam, perguntando sobre a Feira. O evento já está entrando no calendário, nas agendas das pessoas e esta é uma grande vitória. A Expoevangélica é hoje, uma Feira reconhecida e respeitada nacionalmente pelas editoras, gravadoras, pastores, porque sabem da seridade deste trabalho. Acima de tudo, é um trabalho que tem a direção de Deus.

As pessoas podem pensar que só existe o lado financeiro em uma Feira como esta, mas não é assim. Há um lado espiritual e também social. Levantamos fortemente estas bandeiras, como por exemplo com a arrecadação de alimentos não perecíveis para projetos sociais, como a Associação Ebenézer (Comunidade Terapêutica), o projeto Cidade Criança, projetos que atendem pessoas com necessidades especiais, entre outros. Tudo isto nos motiva a dar continuidade à Expoevangélica. Agora em 2015, também teremos cerca de 20 cantores renomados, além de algumas surpresas que estamos preparando para ser o diferencial desta edição especial de 10 anos.

Guiame: O evento não tem o nome de uma igreja específica, mas convida a todas as denominações, para que participem. Quais os benefícios desta estratégia?

Pr. Everton: Qualquer que seja a denominação, tanto uma igreja de porte pequeno, com 100 membros, quanto uma comunidade maior com 6 mil membros serão respeitadas e recebidas da mesma forma, sem nenhuma discriminação de pessoas ou até mesmo por condição financeira. Todos têm acesso à Feira, porque na entrada, é cobrado apenas 1 kg de alimento não perecível por pessoa - para serem doados aos projetos sociais. A ideia é que todos se sintam à vontade em um tempo agradável de convivência. Outro grande ponto positivo é o clima de união que isto gera. Pessoas de denominações diferentes quase não se encontram no dia a dia, mas quando se encontram na Feira, surge um bate papo, uma conversa amável, falam sobre seus ministérios, amadurecem relacionamentos. Além disso, há programações para todas as idades. Podem ir os jovens, pais, adolescentes, crianças, idosos... há atividades para todos eles.

Guiame: Falando em programações para públicos segmentados, um dos momentos marcantes da Expoevangélica é o show especial, realizado pela Cristina Mel para as crianças. Como surgiu esta ideia de atender ao público infantil desta forma tão especial?

Pr. Everton: Sem dúvida, este é um dos momentos mais especiais da Feira. Eu vejo que ainda há muitas barreiras para as crianças nas igrejas, enquanto no mundo lá fora está cheio de programações como pré-carnaval e várias outras 'festinhas' para os pequenos. Quando a gente iniciou a Feira, eu logo pensei nas crianças, porque eu entendi que elas tinham pouca liberdade nas igrejas. Já na primeira edição, nós contamos com a Cristina Mel, que fez um trabalho maravilhoso e continua sempre nos apoiando. Hoje, nós temos caravanas que chegam a 4 mil crianças. Isto tem um valor muito grande para a Feira, porque a criança que vem, também traz o papai, a mamãe, o vovô, a vovó, os irmãos. Além disso, a criança de 10 anos, hoje é adolescente e carrega lembranças da Feira. Até me emociono quando falo sobre isso, porque quando começamos este trabalho, os meus filhos eram pequenos na primeira Feira e hoje já estão crescidos, trabalhando comigo. Para os adolescentes que vão à Feira atualmente e já conhecem este trabalho desde pequenos, também é uma alegria muito grande. Um dos pontos mais valiosos que temos na Expoevangélica é este trabalho com o público infantil que a Cristina Mel nos ajuda a realizar.

veja também