10 erros que podem acabar com o seu casamento

10 erros que podem acabar com o seu casamento

Atualizado: Quarta-feira, 19 Fevereiro de 2014 as 8:43

casalO relacionamento amoroso é muito peculiar e exige grande empenho dos cônjuges. Veja 10 atitudes que podem acabar com seu casamento e mude-as o mais rápido possível.
 
 A convivência conjugal é extremamente delicada, exigindo muita dedicação e desvelo, pois numa relação de tamanha intimidade não poderia ser diferente. No entanto, muitas vezes os cônjuges tomam atitudes que dificultam muito o entrosamento sadio. Vale chamar atenção para algumas posturas impróprias que parecem ser comuns:
 
1- Acreditar que a felicidade depende do outro: É importante que você encontre a sua própria satisfação e deixe de exigir o que não é da competência de seu cônjuge. Felicidade não se cobra; se constrói.
 
2- Criticar constantemente: Repetir críticas ao comportamento do cônjuge não vai fazer com que ele mude e ainda pode ter resultado contrário, pois ninguém gosta de ser repreendido sempre.
 
3- Falar mal do cônjuge: Evite denegrir seu marido ou esposa para amigos e familiares; isso causará irritação e semeará revolta. É comum que nesses casos os seus afetos se coloquem contra o seu cônjuge e passem a minar a relação de vocês com palpites parciais e, muitas vezes, distorcidos.
 
4- Focar no negativo do cônjuge e da relação: Esperar sempre o pior do outro e da relação não é se poupar de desilusões, ao contrário, é atrair o negativo para a própria vida. Ter uma visão positiva, sem sair da realidade é um equilíbrio importante.
 
5- Guardar segredos: A vida em comum, como já deixa claro o nome, deve ser efetivamente compartilhada. Não existe, pois, espaço para segredos na intimidade de dois seres que se amam.
 
6- Cair no engodo da infidelidade: A infidelidade é a razão mais comum no fim dos relacionamentos. Comprometa-se com a sua escolha de viver ao lado de seu cônjuge. Busque refletir em como resistir à tentação de trair seu cônjuge.
 
7- Buscar interesses diversos: Claro que é preciso que cada cônjuge mantenha sua individualidade, mas é preciso transformar isso em interesses em comum. O casamento prospera quando os dois seguem os mesmos objetivos.
 
8- Não perdoar: Todo ser humano é passível de erro, mas não pode ser condenado constantemente por ele, afinal também possui qualidades. Perdoar ofensas é primordial para manter um relacionamento sadio, afinal, quem nunca precisou ser perdoado?
 
9- Ser altamente controlador: Ninguém gosta de se sentir controlado ou espionado, assim, equilibrar o ciúme é fundamental. Pessoas controladoras, normalmente, têm problemas relacionados à insegurança. Cuide de sua autoestima e autoconfiança ampliando a consciência.
 
10- Não manifestar sentimentos: A falta de diálogo é um grande empecilho para os relacionamentos, afinal é conversando que as pessoas se entendem. Conversar é uma forma de manifestar sentimentos, buscando soluções oportunas. Também é importante elogiar e demonstrar amor pela atenção prestada e carinho dedicado.
 
Dizem que "errar é humano, mas persistir no erro é desumano", afinal é preciso aprender com o erro no sentido de não mais cometê-lo. Agir com inteligência é observar o que tem prejudicado a relação e mudar o comportamento. Segundo Confúcio: "Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros". Assim, se você busca um casamento harmonioso e feliz, cuide das próprias atitudes e assuma a responsabilidade de agir em conformidade com o que deseja.
 
 
- Suely Buriasco
 

veja também