Casal cristão que não podia ter filhos testemunha milagre: "Deus é bom"

Lana teve de enfrentar um teste de fé quando descobriu, ainda jovem, que tinha um útero duplo — o que a tornava incapaz de ter filhos.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Segunda-feira, 8 Agosto de 2016 as 12:34

Após eles se casaram em 2008, Lana e Steve decidiram adotar. (Foto: Reprodução).
Após eles se casaram em 2008, Lana e Steve decidiram adotar. (Foto: Reprodução).

Lana Snyder sempre sonhou em ter uma família juntamente com seu marido, Steve. Aos 20 anos, quando ela viu seu pretendente pela primeira vez, Lana teve uma visão sobre filhos. "Eu tive um flash na minha mente", disse. "Havia uma menina que estava na minha frente e ela chegava para mim e dizia ‘mamãe’. Do outro lado, havia mais uma criança. Na hora, eu entendi que Deus estava me mostrando que aqueles eram o meu marido e meus filhos", disse a jovem ao site Christian Broadcasting Network.

Lana teve de enfrentar um teste de fé quando descobriu, mais tarde, que tinha um útero duplo — o que a tornava incapaz de ter filhos. "Mesmo quando muito jovem, tudo o que eu realmente queria era casar e ter filhos algum dia", compartilhou.

Steve também teve seus problemas. Quando ele tinha nove anos, foi submetido a uma quimioterapia agressiva e a um transplante de medula óssea para curar uma anemia aguda. Isso fez com que suas chances de ser pai fossem reduzidas.

Após eles se casarem em 2008, Lana e Steve decidiram adotar uma criança. "Eu passei por uma transição de aceitação", disse Steve. "Eu tinha de deixar isso de lado, acreditando que um filho biológico não faria mais parte da minha vida. Então, eu não me preocupei mais com isso".

No entanto, três meses depois, Lana descobriu que estava grávida. "Eu corri muito feliz e Steve já sabia que eu estava alegre por algum motivo. Eu estava sorrindo quando pulei em seus braços e disse: ‘Nós vamos ter um bebê!'", disse ela.

Agora sua filha, Sarah, está prestes a completar seis anos e o casal continua sendo grato a Deus por este milagre. "Foi simplesmente incrível. Eu não conseguia parar de chorar. Eu não acreditava mais quando essa novidade me surpreendeu. Depois, eu só ficava olhando para ela e pensando: ‘Deus, você é tão bom’. Eu não podia acreditar que ela estava aqui. Nossa pequena princesa, a nossa pequena Sarah, tinha nascido, e Deus era digno de minha confiança, minha fé e meu completo louvor", finalizou Lana.

veja também