Ensinando filhos homens a serem cavalheiros

Ensinando filhos homens a serem cavalheiros

Atualizado: Quinta-feira, 20 Março de 2014 as 11:23

cavalheirismoAlém de muitas outras coisas que precisamos ensinar aos filhos homens, o fato de criarmos nossos filhos como cavalheiros, resulta em lhes dar a oportunidade de aprendizado que levarão por toda a vida. Ser um cavalheiro ensina 3 grandes lições a um rapaz:
 
Honra: Como honrar sua masculinidade e a condição de homem.
 
Respeito a si mesmo e ao próximo: Como tratar outra pessoa com respeito e cortesia.
 
Autoestima sem orgulho: Como construir um caráter onde ele se sinta confortável em ser quem é.
 
Para muitos, um homem cavalheiro pode parecer um tanto ultrapassado já que com o avanço do feminismo, o cavalheirismo pode ser confundido com o machismo, mas ensinar nossos filhos a serem cavalheiros é uma parte importante de ensiná-los a discernir o certo do errado, a proteger em vez de cometer violência doméstica, a ser corajoso e sensível com as necessidades de outra pessoa, a ser um companheiro e amigo confiável, a deixar a cultura do 'macho' invencível e 'garanhão' que quase o obriga a se aproveitar de mulheres com baixa autoestima ser substituída por educação. Apresentar formas de ação que trarão valores sólidos, e, na maioria das vezes, muito diferentes daqueles apresentados nas novelas e na mídia em geral é uma necessidade urgente da sociedade em que vivemos.
 
Como pais, sabemos que precisamos dar o exemplo. Não somente os pais, mas também as mães.
 
1. Exemplo.
O primeiro passo é estar consciente que nossos filhos observam nossos atos, como tratamos nossos cônjuges, se somos gentis e respeitosos. Ensinar maneiras que não vivemos não trará muito resultado. Maneiras são exemplificadas e ensinadas. Isso também depende da mãe deixar o pai abrir a porta do carro ou dos locais para ela, por exemplo, e não debochar quando ele o faz.
 
2. Respeito.
Ensinar meninos a terem uma atitude respeitosa em relação aos outros, não serve apenas no trato com o sexo oposto. Você o estará ensinando a regra de ouro, ou seja, como tratar os outros assim como quer ser tratado. Encoraje-os a cumprimentar as pessoas com um aperto de mão e um sorriso, a sempre dizer "por favor" e "obrigado". Não usar palavras que ofendam quem ouve, não dizer palavrões. Cavalheiros são corajosos o bastante também para se desculparem quando tiverem dito ou feito algo não educado. 
 
Alguns atos de cavalheirismo que meninos podem ser incentivados a fazer desde crianças são:
Sempre abrir portas de carro para sua mãe e irmãs. E mesmo para qualquer pessoa. Este tipo de educação é universal.
Sempre puxar uma cadeira para que sua mãe se sente à mesa.
Sempre se levantar e oferecer o lugar para uma mulher, seja de qualquer idade, grávida ou idosa, no ônibus ou em qualquer outro lugar.
Sempre se oferecer a carregar sacolas e pacotes para sua mãe.
Ajudar a mãe e as irmãs com os serviços domésticos, e isso inclui ser responsável pela organização dos espaços em que dorme, brinca, e outros.
Se uma menina ou mulher deixar cair algo, ajudá-la a recolher.
Sempre se levantar quando uma mulher entrar no local, ou quando ela deixar a mesa, ou quando for apresentado a ela. Isso também é válido para pessoas mais velhas.
 
3. Limite o tempo que seu filho está exposto à mídia.
Tome muito cuidado com pornografia, que ensina a tratar mulheres como objetos e encoraja o mau comportamento em relação à elas. Ensine-o a estar ciente que a mídia, seja na internet, filmes, seriados, normalmente não ensinam os padrões próprios de educação ou respeito pelas pessoas, principalmente mulheres.
 
4. Ensine o filho homem a ter responsabilidade por suas ações.
Sejam boas ou ruins, a manter sua palavra, a ser leal e fiel. Ele pode estar seguro de si mesmo, se agir da maneira correta, mesmo quando comete um erro. Quanto mais rápido ele reconhecer um erro, mais rápido será sua mudança de atitude.
 
5. As mães ensinam seus filhos, principalmente.
Ensine-os que homens de verdade e valorosos não mentem, roubam, traem ou abusam de outras pessoas, mas que são confiáveis, agem e tratam outros com dignidade.
 
6. Histórias e exemplos.
Quando pequenos, desenvolva o hábito de ler histórias de homens corajosos que agiram com gentileza e honra. Eles vão gostar de se imaginarem no lugar desses homens um dia.
 
7. Humildade e serviço.
O orgulho é o vício dos vícios, e um homem educado e cavalheiro é mais equilibrado e possui melhor autoestima e autorespeito, sabendo como tratar uma mulher com cortesia ou qualquer outro ser humano. Nem sempre, como pais, conseguimos ensinar nossas filhas o que precisam saber antes de se tornarem mulheres, e um homem cavalheiro respeitará uma filha de Deus, reconhecendo seu potencial como tal, mesmo que esta possua valores conturbados. Há muitas mulheres que correm em busca dos 'bad boys', e desprezam as atitudes de um homem cavalheiro, mas há muitas outras que reconhecem a paz e serenidade que recebem de um homem que as respeita, melhoram suas atitudes, amam estar acompanhadas por eles e entendem que os arroubos de paixão como homens bonitos e energéticos mas sem muito tato são invenções dos filmes e ficção e nem sempre possuem um final feliz.
 
Meninos se tornam adolescentes, e adolescentes se tornam homens adultos um dia. Ensinando nossos filhos a serem cavalheiros desde cedo, estaremos dando-lhes a oportunidade de terem habilidades e conhecimento para serem confidentes, bons homens, maridos dedicados e pais responsáveis. E assim teremos, consequentemente, casamentos mais felizes e famílias mais fortes e equilibradas.
 
 
- Chris Ayres
 

veja também