Infidelidade conjugal vista como conquista e não como decadência

Os frutos da infidelidade conjugal, porém, são desastrosos

fonte: Guiame, Hernandes Dias Lopes

Atualizado: Quarta-feira, 3 Junho de 2015 as 12:39

Traição
Traição

A infidelidade conjugal deixou de ser uma exceção nesta sociedade decadente. Hoje, mais de 50% dos casais são infiéis ao seu cônjuge. Isso é um atentado contra o casamento e sinaliza o colapso da família.

Os valores morais absolutos estão sendo tripudiados na mídia e nas cortes judiciais. As verdades que sustentaram a sociedade ao longo dos séculos, estão sendo escarnecidas nas ruas e ridicularizadas em nossas casas de leis.

O casamento tornou-se apenas uma experiência passageira. A infidelidade conjugal é vista como uma conquista e não como um sinal de decadência. É incentivado em vez de ser combatido.

Os frutos da infidelidade conjugal, porém, são desastrosos. O fim dessa linha é vergonha e a morte. Os adúlteros não herdarão o reino de Deus. Quem comete adultério está fora de si e somente os que querem se destruir cometem tal loucura.

 

veja também