Invista em um encontro familiar semanal

Invista em um encontro familiar semanal

Atualizado: Terça-feira, 18 Fevereiro de 2014 as 8

famíliaO nosso coração está onde investimos nossos recursos. O tempo tem sido um dos recursos mais escassos. Dedique um tempo de qualidade à sua família, reunindo-se com ela semanalmente.
 
Observe o que os dois homens abaixo têm em comum:
 
Um jovem homem casado, pai de uma criança pequena, está completamente centrado em sua carreira profissional. Ele não quer parar no tempo, por isso investe continuamente na sua formação acadêmica. Suas metas ambiciosas incluem concluir sua pós-graduação e, em seguida, embarcar num MBA. Ele fala inglês fluentemente e está estudando mandarim, tão necessário para chegar aonde deseja dentro da empresa em que trabalha.
 
Outro homem, que trabalha no setor de produção de uma empresa, passa 10 horas diárias, ou mais, no trabalho para conseguir sustentar sua esposa e seus três filhos. Sem o dinheiro das horas extras ele não conseguiria pagar a prestação da sua casa. Além disso, a empresa em que ele trabalha fica em um bairro distante. Ele gasta mais de três horas por dia no trânsito.
 
São duas vidas diferentes, mas há no mínimo três coisas em comum: uma família, a preocupação com o futuro e bastante tempo fora de casa.
 
Sabemos que essa é a realidade de muita gente, principalmente o segundo exemplo citado. Muitos pais (em alguns casos até mães) chegam em casa depois de um dia exaustivo de trabalho e sentem-se frustrados por não encontrarem seus filhos acordados. Precisam sair tão cedo no dia seguinte, que mal conseguem se despedir.
 
Outros pais têm mais tempo disponível, mas não conseguem utilizá-lo com sabedoria em prol de sua família.
 
O propósito deste artigo é propor algo que, quando aplicado no lar, trará mais felicidade e união à sua família. É algo que muitos de meus amigos fazem e eu faço na minha casa há mais de uma década. Chama-se reunião familiar ou noite familiar (já que geralmente fazemos à noite).
 
Entenda um pouco sobre a reunião familiar:
 
– O que é?
É um encontro semanal da família, que pode durar cerca de duas ou três horas.
 
– Quando pode ser feito?
Qualquer dia da semana, dependendo da disponibilidade. A maioria dos meus amigos reúne-se com sua família às segundas-feiras à noite. Nossa família também elegeu esse dia. Mas se você tem alguma tarde livre, faça nesse dia. Ou se você tem todos os dias da semana ocupados, então faça no sábado ou domingo.
 
– O que fazer?
Vocês podem conversar, cantar, trocar experiências edificantes, falar sobre a vida, instruir seus filhos acerca do melhor caminho a ser trilhado, assistir a um filme, fazer várias brincadeiras e muitas outras coisas.
 
Se sua família for religiosa, você pode seguir os passos abaixo:
Música ou hino sacro para iniciar.
Oração.
Mensagem espiritual.
Música ou hino de encerramento.
Oração para encerrar a parte espiritual.
Brincadeiras diversas ou qualquer atividade que agrade a família.
Um lanche bem gostoso.
 
– Quem deve se responsabilizar pelas reuniões familiares?
Toda a família deve participar ativamente, apesar de o pai e a mãe serem as pessoas responsáveis. Um escolhe as músicas ou hinos, outros fazem as orações, outro deixa uma mensagem, cada um escolhe sua brincadeira predileta, alguns preparam o lanche, etc. Preencha a ata com tudo o que foi decidido e um de vocês dirige a reunião, anunciando o que será feito e quem o fará.
 
– Quem pode fazer reunião familiar?
Todos. Sim, não importa o tamanho de sua família, se você tem crianças pequenas, adolescentes ou filhos adultos. Um casal sem filhos e uma pessoa que mora sozinha podem fazer a maior parte do que foi sugerido.
 
– Qual a importância da reunião familiar?
As famílias carecem hoje em dia, mais do que em qualquer outra época, de um cuidado bastante especial. Essa sagrada instituição tem sido alvo de desrespeito e desvalorização. Através de uma reunião semanal, você demonstrará, através de atitudes, o quanto sua família é importante para você. Ao dedicar seu tempo precioso àqueles que você ama, você estará mostrando o quanto valoriza cada um deles, e o quanto esse tempo com eles é sagrado.
 
Dalling H. Oaks disse: “Muitos chefes de família se preocupam porque sua atividade profissional lhes deixa com pouquíssimo tempo para a família. Não existe solução fácil para esse conflito de prioridades, mas não conheço nenhum homem que, ao fazer um retrospecto da vida profissional, tenha dito: 'Não passei tempo suficiente no trabalho'.
 
Ao decidir a maneira de passar tempo em família, devemos ter o cuidado de não esgotar o tempo disponível com coisas meramente boas, e deixar pouco tempo para as coisas muito boas ou excelentes.” 
 
Reunindo-se semanalmente, vocês estarão cultivando o amor, a amizade, a união, o respeito e o apreço. Seus filhos se sentirão seguros e amados. Você e seu cônjuge se sentirão mais próximos e felizes. Vocês certamente desfrutarão de momentos agradáveis que nunca mais serão esquecidos.
 
 
- Erika Strassburger Borba

veja também