Não estrague seu casamento com discussões por problemas financeiros

Encontrem a sua visão compartilhada de futuro e trabalhem juntos. Ao lutarem pelas mesmas metas, deixarão de brigar pelos mesmos problemas

fonte: familia.com.br/

Atualizado: Segunda-feira, 5 Maio de 2014 as 3:21

cofreDe acordo com pesquisas, as brigas por dinheiro são o motivo número um dos divórcios. A prioridade, ao começar a vida conjugal, deve ser um comum acordo de que seu casamento e seu relacionamento são mais importantes do que bens materiais.

Agora, vamos falar sobre algumas maneiras que os casais podem lidar de comum acordo sobre o dinheiro em seu casamento:

Comecem com uma visão ampla

Procurem encontrar uma visão financeira comum e mútua sobre o futuro. Não se preocupem com o agora nesta conversa. Vocês estão procurando encontrar valores que compartilham sobre o futuro que construirão juntos. Discutam as grandes questões, como, a aquisição de uma casa, ou meios de poupar para a aposentadoria, e se ambos trabalharão ou se será uma única renda familiar. É essencial serem honestos um com o outro. Embora fosse melhor ter tido essa conversa antes de se casarem, tenham-na agora, antes que as coisas piorem.

Anotem seus planos comuns

Vocês ficarão surpresos com o quão difícil é escrever uma descrição detalhada de suas expectativas mútuas. À medida que se fala, muitas vezes cai-se na armadilha de ouvir apenas o que se quer ouvir. O ato de escrever e concordar com o que está escrito representa um compartilhamento de decisões que é fundamental para avançarem juntos.

Estabeleçam metas

Depois de terem suas decisões em comum compartilhadas e estarem prontos para enfrentar uma conversa mais prática sobre o dinheiro, tentem definir algumas metas específicas de longo prazo. Se a sua visão compartilhada dos planos futuros inclui o pagamento da faculdade de seus filhos, definam uma meta específica de poupança para a faculdade, a aposentadoria, para comprar uma casa e metas sobre seus planos de carreira. Sejam específicos, mas o foco deve continuar sendo no longo prazo e não no agora. Não discutam sobre quem gastou mais no almoço de hoje!

Façam uma pausa

Se vocês conseguiram traçar algumas metas específicas de longo prazo, então estão indo muito bem. Isso é um enorme progresso. Agora, vocês têm uma expectativa de vida compartilhada e objetivos específicos e mútuos. Se estiver sendo bom, continuem assim, mas se está sendo árduo e estressante façam uma pausa de alguns dias ou até algumas semanas e voltem às metas quando se sentirem prontos.

Revisão

Agora que vocês já tiveram a oportunidade de criar uma visão compartilhada e metas específicas de longo prazo, revejam-nas juntos. Certifiquem-se de que vocês estão na mesma página. Se dúvidas e preocupações surgirem, lidem com elas. Lembrem-se que vocês devem valorizar o seu casamento mais do que dinheiro.

Criem um plano de ação

É onde as coisas começam a caminhar. É hora de começar a falar sobre como vocês usam o dinheiro, a fim de alcançar os objetivos e trazer uma visão mútua dos gastos e como evitá-los. É razoável dizer que vai demorar seis meses ou um ano para viver aquele sonho de sair de mochila nas costas pela Europa juntos, esquiar ou fazer caminhadas nas montanhas do colorado, viver no México perto da praia criando lembranças com as quais se alegrarão para sempre. Dito isto, não seria sábio tomar dinheiro emprestado para fazer essas coisas. Se vocês o fizerem, gastem-no de uma forma que irá aproximá-los mais. Em seguida, desenvolvam um plano de ação para a realização de seus objetivos compartilhados do futuro.

Construam um orçamento

Um plano de ação viável provavelmente inclui fazer um orçamento. Se quiserem podem chamá-lo por outro nome. "Diretrizes de gastos", "metas de poupança", "limites de gastos discricionários", todos são a mesma coisa. Encontrem uma linguagem comum e em seguida, comecem a viver dentro de seu orçamento tendo em vista seus objetivos futuros.

Concentrem-se em seus objetivos

Lembrem-se, seu casamento pode funcionar mesmo que vocês não consigam fazer um orçamento.

Nada é mais importante para a felicidade de uma família do que a felicidade do casamento. Encontrem a sua visão compartilhada de futuro e trabalhem juntos. Ao lutarem pelas mesmas metas, deixarão de brigar pelos mesmos problemas.


- Devin Thorpe
Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger do original My marriage is on the rocks: We're always fighting about money. Help!, de Devin Thorpe.

veja também