Seu marido não precisa merecer seu respeito

Seu marido não precisa merecer seu respeito

Atualizado: Terça-feira, 4 Março de 2014 as 7

briga de casalO amor em um casamento é como as pessoas costumam dizer, uma escolha. Mas é também um dever. Assim também é com o respeito.
 
Eu não posso dizer onde eu estava ou quem estava presente ou mesmo quando aconteceu. Eu não quero aumentar a humilhação desse homem, por isso estou mantendo este relato vago e genérico. Eu posso simplesmente dizer que, há algum tempo, encontrei-me passando pela mesma situação de outro casal.
 
Certamente não posso ler suas mentes, e não sei o que se passa nos bastidores, tudo que eu sei é que o marido não conseguia pronunciar uma única frase que não provocasse um exagerado e irritado revirar de olhos de sua esposa.
 
Ela discordava de tudo o que ele dissesse.
 
Ela contradizia quase todas suas declarações.
 
E ela também o irritava.
 
Ela veio com uma história "engraçada" que o fez passar por incompetente e tolo. Ele riu, mas estava visivelmente envergonhado.
 
Ela o dilacerava em frente a nós. Castrava-o. Diminuía sua masculinidade e o defraudava.
 
Foi insuportável.
 
Foi trágico.
 
Também foi, ou está se tornando, algo muito comum.
 
A falta de respeito em nossa cultura atingiu níveis críticos.
 
Eu tenho discutido longamente como os homens devem tratar as mulheres. Escrevi sobre os princípios que pretendo ensinar a meu filho; princípios sobre o amor, a honra, respeito, servir e proteger as mulheres de sua vida. Na verdade, os homens precisam respeitar as mulheres, e nós, como homens, estamos longe de ser perfeitos nesse quesito.
 
Essas mensagens – onde eu chamo nós, homens, a melhorarmos a nossa forma de tratar as mulheres - tendem a ser muito bem vistas. Elas são aceitas prontamente quando eu as escrevo, quando qualquer um as escreve. Proclame que as mulheres, mães e esposas devem ser respeitadas, e um coro vai gritar "amém". Todos os dias o Facebook nos traz um post viral malhando os homens e apoiando as mulheres. Eu mesmo escrevi alguns deles.
 
Mas eu tenho notado que o oposto - uma mensagem sobre o respeito que as mulheres devem ter pelos homens, uma mensagem desafiando esposas a incentivar os maridos - não é tão agradável para muitas pessoas. Desrespeito aos homens tornou-se prática padrão. Aquela cena que testemunhei foi triste, mas comum; todos nós já assistimos esse tipo de cena muitas vezes. Homens são desrespeitados por suas esposas - são desrespeitados publicamente, são desrespeitados em particular, e lhes é dito que não têm o direito de se chatear com isso, porque primeiramente, não são dignos de respeito.
 
Desrespeitar os homens se tornou uma piada para nós agora. Há pouco tempo atrás eu parei no caminho vindo do trabalho para comprar algumas flores para minha esposa. Enquanto me atendia a moça do caixa brincou: "Opa, o que você fez?". Não achei engraçado, mas eu ri. Ela continuou. "Eu não sei se isso vai ser o suficiente para livrá-lo do sofá esta noite!".
 
Ah, sim, o velho meme "marido é punido por sua esposa e enviado para o sofá". Eu não tenho certeza se isso realmente acontece na vida real, ou se é uma invenção das comédias do tipo "todos os homens são gordos, tolos, imbecis" comuns nos anos 90, mas a popularidade do estereótipo está aí. É assim que vemos os maridos agora? Um homem fica "em apuros" com sua esposa, ela o repreende e o manda para o sofá. Agora ele tem que aplacar a ira da sua esposa-alfa mimando-a com flores e joias.
 
Homens são retratados como crianças ou cães. Eles podem ser enxotados para fora de suas próprias camas por sua esposa e enviado para a sala até que ela permita que retornem. Este é apenas um pouco menos ofensivo do que o clichê da mulher sádica que pune seu marido através do sexo. "Você não limpou a garagem como eu lhe disse. Sem sexo para você, senhor! Da próxima vez, faça o que eu mandei!".
 
Você já viu este anúncio da Samsung antes?
 
O marido que evolui
 
Um inútil e rosnante homem das cavernas instantaneamente evolui quando sua esposa conecta um aparelho às suas costas. O anúncio causou uma ligeira poeira quando foi lançado, mas nada - nada - comparável ao que seria se o marido e a esposa tivessem seus papéis invertidos nesta peça encantadora de marketing viral.
 
Mas com a posição dos homens no fim da fila de qualquer ganho, algumas pessoas reclamaram, alguns comentários irritados foram postados no Youtube, as vendas da Samsung não foram afetadas e todo mundo seguiu com suas vidas.
 
Isso porque o desrespeito aos homens não é exatamente um ultraje moderno.
 
Direitos iguais mas deveres também iguais
 
Essas mensagens culturais não são prejudiciais porque ferem meus sentimentos viris, elas são prejudiciais por seus efeitos nas meninas. A sociedade diz às nossas filhas que os homens são tolos, grosseiros que precisam ser conduzidos como cabras e ensinados como meninos de escola. Então elas crescem e se casam totalmente despreparadas e sem vontade de aceitar a noção bíblica de que "as mulheres devem submeter-se a seus maridos", porque "o marido é a cabeça da mulher." [Efésios 5]
 
É um problema fatal, porque a única coisa que é constantemente negada aos maridos e homens no geral, ou seja, o respeito é a coisa da qual mais precisamos. Sim, precisamos. Precisamos de respeito, e essa necessidade é tão profundamente enraizada que um casamento não pode sobreviver se o homem for privado do respeito.
 
Muitas vezes, as pessoas vão dizer que um marido só deve ser respeitado se ele "conquistar" esse respeito. Esta atitude é precisamente o problema. A esposa deve respeitar o marido, porque ele é seu marido, assim como ele deve amar e honrá-la, porque ela é sua esposa. Seu marido pode até "merecer" quando você zomba dele, o repreende, deprecia, e o perturba, mas você não se casa com alguém para dar-lhe o que merece. No casamento, você dá o que prometeu, mesmo quando o outro não está cumprindo a sua parte no trato.
 
Isso não significa que um homem tem permissão para ser preguiçoso, abusivo, ou indiferente. Ele é desafiado a viver de acordo com o respeito que sua esposa lhe oferece. Se a esposa parcela seu respeito em algum sistema de recompensa, o marido não tem nada para que se esforçar. Na medida em que o respeito diminui, o mesmo acontece com a sua motivação para se comportar respeitosamente. O respeito é exercido como um resgate contra ele, o que o deixa mais isolado e distante durante todo o tempo.
 
Nessa situação, marido e mulher rodam em círculos como a água que se escoa pelo ralo. Ele falha, então ela não o respeita, e ele continua a falhar porque se sente desrespeitado, e ela continua não lhe respeitar porque ele continua a falhar. E assim por diante, e assim por diante, e assim por diante, a passos largos para o divórcio.
 
A mesma coisa acontece com o amor. Se o amor é incondicional, então a luz do amor sempre brilha em seu casamento, mesmo em seus momentos mais sombrios. Mas se o seu amor é dado em proporção direta à capacidade do seu cônjuge para "merecê-lo", então ele vai inevitavelmente diminuir e desaparecer com o tempo.
 
O amor em um casamento é como as pessoas costumam dizer, uma escolha. Mas é também um dever. Assim também é com o respeito. Eu amo minha esposa porque eu escolhi amá-la. Eu escolho amá-la porque foi a promessa que fiz, porque é minha responsabilidade, meu dever. Felizmente, é muito fácil amar minha esposa porque ela é gentil, afetuosa e bonita. Mas se ela se tornar menos amável, e eu retirar o meu amor por causa disso, então meu amor nunca foi amor. Era apenas uma sensação agradável; uma resposta natural as suas tendências gentis.
 
Isso não quer dizer que as mulheres devam tolerar um homem negligente em suas funções, mas que a sua intolerância para com suas falhas só pode ser construtiva se for baseada no respeito. Infelizmente, muitas mulheres vão se aproximar de seus maridos e dizer: "Você precisa parar de fazer tal e tal coisa ou começar a fazer outras, porque você é um fracasso e não vou respeitá-lo se continuar sendo o que é."
 
Ela pode não dizer explicitamente isso, mas é a mensagem que ela envia implicitamente. Não há nenhuma chance de que essa mensagem vá ajudar a curar o dano, na verdade só mergulha outro punhal na ferida já aberta.
 
Há alguns meses eu escrevi um post sobre pornografia. Eu mantenho cada palavra que digitei, mas sinto que eu poderia acrescentar milhares de frases com o mesmo objetivo. Desde que eu publiquei esse artigo, ouvi centenas e centenas de homens e mulheres em ambos os lados do problema da pornografia.
 
Homens me relataram que desenvolveram esse hábito de ver pornografia, o que trouxe grande prejuízo para seus casamentos. Mas eles disseram que recorreram à pornografia após anos sendo desrespeitados, afastados e desprezados por suas esposas. Eles não estavam dando uma desculpa - só oferecendo alguma perspectiva e contexto.
 
Da mesma forma, centenas de mulheres me disseram que seus maridos desenvolveram o hábito de pornografia, o que as levou a perder todo o respeito por eles. Esta incapacidade de respeitar seus maridos quase destruiu, ou realmente, em alguns casos, destruiu casamentos.
 
Um ciclo vicioso. Os homens não lutarão por um casamento onde não são respeitados, e as mulheres não querem respeitar o homem que não luta por seu casamento. Ele retém o seu amor, ela retém o seu respeito. E ambos abrem mão do que realmente poderia consertar seu casamento.
 
Respeito é a nossa linguagem. Se não é dita com respeito, não podemos ouvir. É por isso que se torna irritante, ineficaz e contraproducente. E é por isso que as declarações feitas em tons sarcásticos, ou com impaciente revirar de olhos, nunca serão bem recebidas. Temos um filtro em nossos cérebros, e uma declaração feita de maneira desrespeitosa será filtrada como o veneno que é.
 
Os homens são notoriamente relutantes em compartilhar sentimentos ou mostrar vulnerabilidade. Muitas vezes, mantemos esses pensamentos trancados - nossos sentimentos guardados e escondidos - porque sabemos que não serão respeitados. Um homem nunca será vulnerável a alguém que não o respeite. Nunca.
 
Um homem jamais estará satisfeito ou contente, se ele não é respeitado. Se não consegue encontrar o respeito onde está, ele vai procurar em outro lugar. Isto pode ter implicações desastrosas para um relacionamento, mas se aplica em outras áreas da vida também. Um homem é muito mais provável de ficar em um emprego mal remunerado, um trabalho fisicamente exigente, perigoso ou entediante, que ficar em um trabalho onde ele não é respeitado.
 
Eu só estou enfatizando isso porque acho que pode realmente ser novidade para algumas pessoas. A sociedade não permite que os homens expressem sua necessidade de respeito, por isso essa necessidade é frequentemente ignorada.
 
Eu poderia ficar o dia todo reclamando e acrescentando que "sim, os maridos também precisam de...". Mas, não vou fazê-lo, porque provavelmente já escrevi uma dúzia de vezes ou mais sobre esse assunto. De vez em quando, eu acho que devemos falar sobre o que as mulheres precisam fazer. E aqui está. Acima de tudo respeitem seus maridos. Mesmo quando eles não merecem isso.
 
 
- Matt Walsh
Traduzido e adaptado por Stael Pedrosa Metzger com permissão do autor

veja também