Mais de 100 líderes cristãos se juntam a judeus para apoiar Israel contra boicote

Cristãos norte-americanos estão se unindo a judeus para juntos combaterem um movimento que pretende realizar um boicote financeiro em Israel.

fonte: Guiame, com informações do site Christian Headlines

Atualizado: Quarta-feira, 24 Agosto de 2016 as 12:55

Sabag está trabalhando para promover a legislação, por meio dos EUA, que deverá lutar contra o movimento de boicote a Israel. (Foto: Nisan Hanania).
Sabag está trabalhando para promover a legislação, por meio dos EUA, que deverá lutar contra o movimento de boicote a Israel. (Foto: Nisan Hanania).

Um grupo de cristãos americanos está se unindo em apoio a Israel para combater um movimento que tem o objetivo de promover um boicote ao país. O site Charisma News relatou que uma igreja americana se juntou ao movimento de desinvestimento financeiro contra Israel.

Para contrariar tal ação, cerca de 100 líderes cristãos, juntamente com membros de Israel, estão trabalhando em conjunto para apoiar o país. "A segurança e o bem-estar de Israel são de responsabilidade de cada judeu e de cada cristão que ama Israel em todos os lugares e em cada momento da vida", disse Joseph Sabag da Fundação Aliada de Israel.

Sabag está trabalhando para promover a legislação, por meio dos EUA, que deverá lutar contra o movimento de boicote a Israel. "Em maio de 2015, a Carolina do Sul se tornou o primeiro estado dos Estados Unidos a adotar uma legislação moderna com uma regulação contra o problema da discriminação comercial e boicotes contra Israel", contou.

Outros estados seguiram o exemplo da Carolina do Sul, mas ainda há muito trabalho a ser feito. Barry Shaw, autor de um artigo que alerta sobre os perigos do movimento contra Israel, disse que existem muitas informações falsas circulando e que isso pode atrapalhar o entendimento do povo de Israel.

"O que está acontecendo com o movimento contra Israel representa todos os inimigos da nação. É realmente uma campanha de ‘desinformação’ que eles estão promovendo para o público em geral, além da ‘deseducação’ que está acontecendo", disse ele.

Para Michael Oren, membro do conselho judeu, a única maneira de combater informações falsas é com a verdade, e é isso que a coalizão de cristãos e israelenses está a tentando fazer. "Vencemos o terror através de uma combinação de firmeza e de boa inteligência. Mas só há uma verdadeira defesa e uma arma eficaz contra a enganação: a verdade", finalizou.

veja também