Profecia do retorno de judeus a Israel deve dividir a nação em 12 tribos, diz rabino

Segundo o rabino Hillel Weiss, com o cumprimento da profecia conhecida como 'Terceira Herança', Israel deve ser novamente dividida em 12 tribos.

fonte: Guiame, com informações do Breakin Israel News

Atualizado: Sexta-feira, 2 Junho de 2017 as 10:57

Judeu toca shofar próximo ao Muro das Lamentações. (Foto: Jerusalem Post)
Judeu toca shofar próximo ao Muro das Lamentações. (Foto: Jerusalem Post)

Nos próximos anos, deve haver mais judeus que vivem em Israel do que em outras partes do mundo, o que indica uma gigantesca mudança demográfica com implicações proféticas, encontradas na Bíblia.

Em 1947, cerca de 630.000 judeus viviam no mandato britânico, compreendendo menos de 6% da população judaica global.

Desde então, a população judaica em Israel aumentou mais do que dez vezes. Judeus israelenses agora representam mais de 43% da população judaica global. Em breve, a maioria dos judeus no mundo será encontrada dentro das fronteiras de Israel, de acordo com um relatório divulgado pelo site 'Breaking Israel News' (BIN).

"Em julho, o Sinédrio [assembleia de juízes judeus] determinou que existem condições para estabelecer que Israel está agora na terceira herança profetizada da terra, sendo que a primeira foi dada a Josué e a segunda, após o exílio babilônico", explicou o rabino Hillel Weiss, porta-voz do Sinédrio, conforme o Breakin Israel News.

O Sinédrio reinstalado inclui 71 dos rabinos mais proeminentes em Israel, mas atualmente não tem status político ou legal.

"A terceira herança refere-se ao retorno profetizado dos judeus do exílio, que aconteceu após a destruição do Segundo Templo pelos romanos em 70 d.C", de acordo com o site israelense. "A tradição judaica sustenta que este retorno irá inaugurar a construção do Terceiro Templo e o retorno da dinastia de Davi".

Muitos debateram se o contexto que Israel vive nos dias de hoje representa o cumprimento desta profecia.

"A declaração anterior do Sinédrio foi que estamos atualmente nesse terceiro retorno, mas a maioria dos judeus ainda não está em Israel. Quando isso acontecer, significará uma grande mudança na observância da lei judaica", de acordo com o 'BIN'.

"Por esta razão, o Sinédrio iniciou o mandamento bíblico de contar o Jubileu", disse rabino Weiss. "Mas quando a situação mudar e a maioria dos judeus estiver em Israel, como as estatísticas parecem indicar que acontecerá em breve, muitos outros aspectos do judaísmo mudarão".

"Possivelmente, a maior mudança será a redistribuição da terra e o retorno da identidade tribal judaica", acrescentou Weiss. "Quando a maioria dos judeus estiver vivendo em Israel, seremos obrigados a dividir a terra em territórios tribais".

Ele citou Ezequiel para demonstrar que esta é uma parte necessária do cumprimento da profecia.

No entanto, uma complicação é que a maioria dos judeus deixou de se identificar com uma tribo específica. O rabino Weiss insiste, no entanto, isso não só será possível, mas um requisito legal para atribuir terras tribais, como foi feito no tempo de Josué.

Talvez o teste genético ajude o processo de identificação, algo que estava indisponível quando o Estado moderno de Israel se formou.

"Somos obrigados a ter 12 tribos", disse o rabino Weiss. "A terra será dividida de acordo com os territórios bíblicos. Todo judeu que vive nesse território receberá uma herança e será considerado como se fosse daquela tribo".

veja também