Sinédrio nomeia sumo sacerdote para o Terceiro Templo, em Israel

A Bíblia aponta que o Terceiro Templo existirá durante a Grande Tribulação, quando o Anticristo se assentar no local afirmando ser Deus.

fonte: Guiame, com informações de Breaking Israel News

Atualizado: Segunda-feira, 29 Agosto de 2016 as 4:19

Rabino Baruch Kahane, nomeado como Sumo Sacerdote pelo Sinédrio, oferece sacrifícios em Jerusalém. (Foto: Abba Richman)
Rabino Baruch Kahane, nomeado como Sumo Sacerdote pelo Sinédrio, oferece sacrifícios em Jerusalém. (Foto: Abba Richman)

Um passo significativo foi tomado para a preparação da futura construção do Terceiro Templo, em Jerusalém: a escolha do rabino Baruch Kahane como o próximo sumo sacerdote.

O rabino Kahane é um estudioso das leis relacionadas ao templo e tem atuado em todas as representações das cerimônias do Terceiro Templo. A seleção dos sacerdotes que irão preparar a novilha vermelha e prestar serviços religiosos no local foi iniciada em março deste ano.

O rabino Hillel Weiss, porta-voz do Sinédrio, justificou a necessidade de escolher um Sumo Sacerdote, mesmo na ausência de um templo. "Nós não precisamos de um acontecimento miraculoso como o súbito aparecimento de um templo descendo do céu para tomar esta decisão relevante", disse ele ao site Breaking Israel News.

"O único obstáculo que impede o culto no Templo, hoje, é político. Se de repente isso mudar, será necessário iniciar os serviços religiosos no Templo imediatamente. Portanto, é necessário que tenhamos um candidato preparado para preencher o papel do sumo sacerdote, especialmente agora que temos alguém capacitado para servir no Templo", acrescentou Weiss.

De acordo com a descrição bíblica, o Terceiro Templo deverá ser construído no local que hoje abriga a Esplanada das Mesquitas. No entanto, os judeus foram proibidos de cultuar a Deus no local desde a guerra de 1967, quando Israel tomou o controle de Jerusalém e se tornou um Estado, deixando a mesquita sob administração da Jordânia.

O rabino Kahane avalia que não há sacrifícios suficientes para serem apresentados no templo. Por outro lado, caso o acesso ao local seja liberado, ele afirma que levaria apenas algumas semanas para que tudo seja preparado.


Cordeiros são oferecidos como sacrifício em uma reconstituição da Páscoa. (Foto: Instituto do Templo)

Significado profético

O Monte do Templo é um local sagrado para muçulmanos, cristãos e judeus, sendo também um dos locais mais disputados do mundo. Neste local foi construído o Primeiro Templo pelo Rei Salomão, posteriormente destruído em 586 a.C.

Anos depois foi reconstruído o Segundo Templo, que voltou a ser destruído em 70 d.C. pelos romanos — com a exceção do muro ocidental, conhecido como Muro das Lamentações.

A Bíblia aponta que o Terceiro Templo existirá durante a Grande Tribulação. Daniel se refere a este templo quando diz que "o príncipe que há de vir" (Anticristo) irá cessar os sacrifícios no local em meio à Tribulação (Daniel 9:27). De acordo com o apóstolo Paulo, o "homem do pecado" se assentará no templo como se ele fosse Deus (2 Tessalonicenses 2:3-4).

veja também