400 cristãos são presos na Tailândia, enquanto fugiam de perseguição no Paquistão

Os cristãos dizem que eles pensavam que a Tailândia iria fornecer um refúgio seguro para eles depois que escaparam da perseguição religiosa.

fonte: Guiame, com informações de CBN News

Atualizado: Quinta-feira, 12 Março de 2015 as 1:58

Cristãos paquistaneses orando pela perseguição.
Cristãos paquistaneses orando pela perseguição.

 

A polícia da Tailândia prendeu mais de 400 cristãos, que vieram do Paquistão – incluindo as crianças.

Pastores de Bangkok, capital tailandesa, disseram à CBN que muitos cristãos fugiram do Paquistão porque foram acusados ​​de blasfêmia e foram ameaçados por muçulmanos radicais.

Na Tailândia, eles procuraram trabalho e também ter um estatuto de refugiados, e muitos afirmam ter entrevista marcada com a Organização das Nações Unidas.

Alguns dos cristãos paquistaneses são convertidos do islamismo. Desde que chegaram na Tailândia, eles dependiam de igrejas para alimentação e moradia.

O governo tailandês diz que eles são imigrantes ilegais e devem ser deportados.

Os cristãos dizem que eles pensavam que a Tailândia iria fornecer um refúgio seguro para eles depois que escaparam da perseguição religiosa.

 

 

veja também