Ação das Nações Unidas vai investigar a situação dos direitos humanos na Eritreia

Esperamos que esta comissão não somente exponha as graves violações de direitos humanos na Eritreia, mas também contribuam para o fim do sofrimento do povo eritreu”, diz líder da CSW na África e Oriente Médio

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 14 Julho de 2014 as 12:13

EritreiaEm uma resolução consensual do Conselho de Direitos Humanos (CDH) da ONU em Genebra, ficou decidida a criação da Comissão de Investigação na Eritreia.

A Associação de Direitos Humanos da Eritreia (ADHE) e a Christian Solidarity Worldwide (CSW) receberam a novidade que irá averiguar a situação de direitos humanos no país;

No início da semana passada, uma declaração elaborada pela ADHE e pela CSW e assinada por outras 33 ONGs pedia à CDH por uma ação mais firme na Eritreia. A declaração argumentava que o estabelecimento de uma COI era o mais apropriado para o momento, dadas as violações de direitos humanos sistemáticas que ocorrem no país e a contínua omissão do governo local, apesar da existência de mecanismos internacionais.

“Este é um momento histórico na luta pelos direitos e liberdade do povo eritreu, e na responsabilização daqueles que foram cúmplices nas graves violações de direitos humanos na Eritreia em tantos anos”, disse Elsa Chyrum, Diretora da Associação de Direitos Humanos da Eritreia (ADHE).

O Dr. Khataza Gondwe, Líder da Equipe CSW na África e Oriente Médio, falou: “Esperamos que esta comissão não somente exponha as graves violações de direitos humanos na Eritreia, mas também contribuam para o fim do sofrimento do povo eritreu”.


com informações da Portas Abertas

 

veja também