Advogado cristão que defendia os perseguidos foi solto da prisão na China

Detido ilegalmente pela polícia em 2006, Gao passou por altos e baixos

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 15 Agosto de 2014 as 10:48

Gao Zhisheng Em 7 de agosto, Gao Zhisheng foi libertado na prisão Shaya, na China, mas ainda não se sabe se ele ainda sofrerá futuras restrições à liberdade.

Gao Zhisheng é um proeminente advogado cristão de direitos humanos, conhecido por seu trabalho em defesa de cristãos e outros grupos sociais perseguidos. Como resultado, o governo fechou seu escritório de advocacia e revogou sua licença.

Detido ilegalmente pela polícia em 2006, ele foi sentenciado a três anos de prisão om um período condicional de cinco anos, sob a acusação de “incitar a subversão ao poder do Estado”. Durante sua condicional, ele foi raptado seis vezes e sofreu severas torturas.

Gao desapareceu novamente em 2010 enquanto visitava parentes em Xinjiang. Em 2011, uma agência chinesa de notícias informou que ele havia violado a condicional e havia retornado à prisão por mais três anos.

A informação é de que o cristão está morando com um irmão.


com informações da Portas Abertas

 

veja também