"Agradeço a Deus por este milagre", diz pastor Tandin após falta de provas para acusá-lo

Pastor butanês agradece a Deus pela última audiência e também agradece pelas orações de todos os irmãos

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Terça-feira, 9 Dezembro de 2014 as 9:21

tandinPor liderar uma reunião de oração doméstica e ter a intenção de exibir um filme sem permissão do governo, o pastor butanês Tandin Wangyal foi preso no início deste ano.

Na quarta-feira, 3 de dezembro, aconteceu a audiência do pastor e, segundo ele, tudo foi bem.

"Tudo correu bem. Eu pude apresentar as minhas contestações. Da última vez, o tribunal pediu que o gabinete do procurador-geral apresentasse provas, mas o gabinete não apresentou qualquer coisa. Eles disseram ao tribunal que o que eles apresentaram no tribunal de Dorokha durante audiência anterior, era tudo o que eles tinham para apresentar de acusação."

"Isso foi uma grande surpresa para mim. Agradeço a Deus por este milagre. E muito obrigado pelo apoio de milhares de cristãos em oração", agradeceu Tandin.

O Tribunal Samtse deu permissão para o gabinete do procurador-geral fornecer mais evidências até ontem (segunda-feira, dia 8). A data da próxima audiência ainda não foi marcada.

A Portas Abertas enviou ao pastor cartas de oração e incentivo escritas por cristãos. A Missão continua acompanhando o caso do pastor.


com informações da Portas Abertas

 

 

veja também