Após realizar funeral cristão, pastor recebe ameaças de morte na Tanzânia

As ameaças foram feitas por muçulmanos que queriam um funeral islâmico

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quarta-feira, 17 Dezembro de 2014 as 9:36

Tanzânia_pastorMusa Mizaza é pastor da Igreja Anglicana Muhunga no Distrito Kasulu de Kigoma, na Tanzânia, e está sofrendo ameaças por ter realizado um funeral cristão.

Ele já havia iniciado os preparativos para o funeral da cristã Jenitha George, quando os muçulmanos locais exigiram um funeral islâmico, mas ele seguiu com sua decisão e com o que já havia planejado.

Mesmo após o funeral, as testemunhas dizem que o assunto continuou sendo motivo de discussão entre cristãos e muçulmanos e foi levado à mesquita local. Lá, o pastor sofreu advertências e ameaças de morte.

A tensão cresceu tanto que o governador, Gervas Bunyiga, realizou uma reunião com os líderes religiosos locais para discutir o assunto. Durante a reunião, foi decidido que as normas da religião professada por qualquer pessoa falecida seria observada durante o seu funeral.

Sheikh Yasin Dyomba, um ancião muçulmano, resistiu à decisão e fomentou às ameaças ao pastor Musa.


com informações da Portas Abertas

 

veja também