Após sair da prisão, advogado cristão não tem permissão para receber tratamento médico

Gao Zhisheng precisa de diversos tratamentos, mas está impedido de fazê-los

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quarta-feira, 24 Setembro de 2014 as 1:51

GaoDe dezembro de 2011 até 7 de agosto de 2014, Gao Zhisheng, advogado cristão chinês que trabalha com direitos humanos, permaneceu preso.

Desde a sua liberação a prisão, no dia 7, ele permanece com a família em Xinjiang e não tem permissão para receber atendimentos médicos especializados.

Como resultado da restrição de alimentos (ele comia apenas uma fatia de pão e um pedaço de repolho por dia), o advogado perdeu 22.5 quilos. A declaração também confirma que os dentes de Gao estão em péssimas condições, devido à subnutrição. Existem também preocupações acerca do estado de saúde mental de Gao. Ele é capaz de falar apenas frases curtas e muito do que ele diz é incompreensível.

A esposa do advogado, que mora nos Estados Unidos com seus dois filhos, apelou até ao presidente Barack Obama e secretário Kerry para que Gao possa viajar para os Estados Unidos e conseguir tratamento médico.

Mas a sentença original que condenou Gao por incitar subversão ao poder do Estado, incluía um ano de suspensão dos direitos políticos. Se essa sentença for confirmada e aplicada, isso incluirá certas restrições, incluindo limitações dos direitos de ir e vir, associação e expressão.


com informações da Portas Abertas

 

 

veja também