Após ser adotada, menina de 6 anos distribui Bíblias e brinquedos para orfanatos

Toda semana, a garota vende limonadas para arrecadar recursos e montar os kits para as crianças. Mais de mil sacos com brinquedos e Bíblias foram distribuídos.

fonte: Guiame, com informações de CBN News

Atualizado: Quinta-feira, 6 Abril de 2017 as 10:12

Mais de mil sacos com brinquedos e Bíblias foram distribuídos. (Foto: Reprodução/Facebook/A'Layah's Lemonade for Love)
Mais de mil sacos com brinquedos e Bíblias foram distribuídos. (Foto: Reprodução/Facebook/A'Layah's Lemonade for Love)

Uma vez por semana, A'Layah Robinson, de 6 anos, prepara e vende limonadas com o objetivo de arrecadar recursos para sua missão: ajudar outras crianças que vivem em abrigos nos Estados Unidos.

No entanto, a menina que hoje está reunindo esforços para apoiar crianças carentes nem sempre teve uma vida fácil. A'Layah e seus irmãos foram entregues a um orfanato por sua mãe e passaram anos difíceis.

Nesse período, a menina desenvolveu um problema de pele e teve que lidar com uma infância sem brinquedos e até mesmo sem itens básicos, como uma escova de dentes. Em certa ocasião, sua mãe adotiva, Misty Robinson, revela que a garotinha teve que higienizar os dentes com um pano sujo por não ter uma escova.

Hoje A'Layah vive rodeada de amor, possui muitos brinquedos e uma escova de dentes para usar todos os dias. Diante de sua nova realidade, ela se preocupou em garantir uma vida melhor para crianças que vivem nos abrigos de seu país.


A'Layah vendendo limonadas ao lado de seus irmãos. (Foto: Reprodução/Facebook/A'Layah's Lemonade for Love)

Com a venda das limonadas, a garotinha monta sacos amarelos compostos por alguns suprimentos, como brinquedos, cobertores, escovas de dentes e uma Bíblia. Ao receber o presente, as crianças órfãs notam que Deus se preocupa com elas.

Sua mãe, Misty, conta que sua filha “queria dar um brinquedo para cada criança”. A ação só foi possível depois que a família compartilhou nas redes sociais a história de A'Layah e seus irmãos e conseguiu o apoio de diversos voluntários.

Até agora, a família estima que foram doados mais de mil sacos para crianças de seu estado.

veja também