Após serem torturadas pelo Estado Islâmico, crianças cristãs buscam abrigo na Turquia

Um dos meninos contou que eles eram obrigados a rezar cinco vezes por dia e que, às vezes, apanhavam sem razão

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Terça-feira, 11 Novembro de 2014 as 11:43

criança síriaRecentemente, a Humans Rights Watch informou que mais 150 crianças curdas, a maioria cristã, foram espancadas por radicais do Estado Islâmico e obrigadas a assistir vídeos de decapitações.

A tortura foi por seis meses e depois da 'educação religiosa' os reféns foram liberados sem receber explicações. As últimas crianças liberadas estão agora buscando abrigo na Turquia, segundo a organização de direitos humanos.

Os sequestradores também teriam pedido às crianças que passassem o endereço de parentes e fizeram ameaças: "Quando nós formos a Kobane, vamos pegá-los e cortá-los em pedaços”.

Outras crianças curdas e adultos ainda estão em cativeiro, segundo a ONG. O Estado Islâmico também é acusado de manter cerca de dez reféns ocidentais, incluindo jornalistas estrangeiros.

Um dos meninos contou que eles eram obrigados a rezar cinco vezes por dia e que, às vezes, apanhavam sem razão.

"Aqueles que não estavam em conformidade com o programa foram espancados. Eles nos batiam com uma mangueira verde ou um cabo grosso. Também bateram nas solas dos nossos pés. lgumas vezes, encontravam motivos para nos espancar sem razão. Eles nos fizeram decorar trechos do Alcorão e batiam em quem não conseguia aprendê-los"

Pedidos de oração

Peça a Deus que use de misericórdia para com seu povo e proteja cada família, em especial as crianças.
Clame pelo fortalecimento da Igreja a fim de que possa liberar perdão aos perseguidores e permanecer firme na fé em meio à situação tão cruel e adversa.

 

com informações da Portas Abertas

 

veja também