Ataque do Estado Islâmico deixa 25 mortos em festa religiosa xiita

Jihadistas entraram com três explosivos na mesquita Balili

fonte: Guiame, com informações de Clic RBS / AFP

Atualizado: Sexta-feira, 25 Setembro de 2015 as 9:52

Grupo Estado Islâmico
Grupo Estado Islâmico

Nessa quinta-feira (24), a festa muçulmana no Adha, em Sanaa, no Iêmen, foi marcada por um atentado do Estado Islâmico, que resultou em 25 mortes e dezenas de feridos.

O alvo do ataque foi a mesquita Balili e as vítimas eram fieis e rebeldes xiitas.

Uma bomba explodiu na mesquita durante a oração do Eid al-Adha (Festa do Sacrifício) ao raiar do dia, causando pânico entre os fieis que correram para a saída, onde um homem-bomba se explodiu, de acordo com fontes da segurança e testemunhas.

Os autores do ataque conseguiram passar pela revista na entrada do santuário e entraram com três cargas explosivas. "Nós encontramos explosivos em um sapato e numa cueca abandonados no banheiro", disse Adnane Khaled.

O grupo radical reivindicou a autoria do ataque via internet. O EI considera os xiitas como hereges. E o motivo desse e outros ataques são de cunho religioso.

 

veja também