Ataque à igreja em Mombaça, no Quênia, mata seis cristãos

O pastor assistente da igreja é uma das vítimas fatais

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Terça-feira, 1 Abril de 2014 as 8:47

Ataque a cristãos em MombaçaA Igreja Pentecostal Alegria de Jesus, na região do Sinai, em Likoni, logo ao sul do coração da ilha de Mombaça, foi atacada por quatro homens armados, ato que resultou na morte de pelo menos seis pessoas.

No acontecido, os agressores forçaram a entrada na igreja pela porta dos fundos, após matarem um vigia de 60 anos. O pastor assistente Philip Masela Ambesta foi morto.

"É doloroso saber que alguém andou em uma igreja e disparou balas, matando pessoas, incluindo crianças. Isso é totalmente inaceitável e a comunidade muçulmana tem de fazer algo para dar um fim nisso", disse o bispo Benson Muthama, da Igreja Pentecostal Atos, na Ilha de Mombaça, em uma entrevista na manhã após o ataque.

Um líder cristão de Melinde, que não estava no momento do ataque, disse que a informação que recebeu é que dois agressores foram pelos fundos e dois ficaram na porta de entrada para evitar que as pessoas fugissem. Quatro pessoas morreram e 21 ficaram feridas.

De acordo com os líderes, recentemente, as igrejas da cidade têm passado por crescentes ameaças e ataques de muçulmanos extremistas. Com essas tendências, de acordo com Benson Muthama, os radicais islâmicos parecem estar enviando um aviso de que não irão tolerar mais cristãos na ilha.


com informações da Portas Abertas

veja também