Ataques no Mali preocupa minoria cristã do país

Em 2013, o Mali foi classificado como o sétimo país onde os cristãos são mais perseguidos

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 23 Junho de 2014 as 10:34

Mali - missõesDia 17 de maio o primeiro-ministro do Mali, Moussa Mara, visitou Kidal. Quatro dias após a visita, uma coalizão de rebeldes tuaregues invadiu o território das forças do exército do Mali após um intenso combate pelo controle de Kidal, uma das maiores cidades do norte do país.

Cerca de 4 mil pessoas foram deslocadas por causa da violência, segundo o Escritório da ONU para Coordenação de Assuntos Humanitários. Há relatos de que combatentes tuaregues também tomaram o controle das cidades de Meneka, Aguelhok, Anefis e Tessalit, ao longo do norte do país.

O conflito é um poderoso lembrete da violência separatista tuaregue, que precipitou um golpe do governo nacional. Por quase um ano, grupos armados islâmicos governaram o norte, proibindo outras religiões e saqueando igrejas e outras casas de culto. Milhares de pessoas, incluindo muitos cristãos, fugiram para o sul do Mali ou para países vizinhos, como Nigéria e Burkina Faso.

Em abril de 2012, Timbuktu, uma importante capital regional do norte, caiu nas mãos dos rebeldes, e para o pastor Mohamed Ag Moussa Yattara é como se a história se repetisse.

Na cidade de Aguelhok, no extremo nordeste, lar de cerca de 30 cristãos, a maioria deles militares, a situação é preocupante. Esta comunidade é liderada por um oficial do exército. Eles se reúnem todos os domingos no acampamento. No mês passado, nós enviamos a eles 24 exemplares de Bíblias em francês e alguns hinos. Mas nós descobrimos que os quartéis estão cercados por rebeldes tuaregues, e teme-se que eles possam enfrentar uma escassez de alimentos em breve, disse o pastor Samuel Guindo ao World Watch Monitor

Em 2013, o Mali foi classificado como o sétimo país onde os cristãos são mais perseguidos. Em 2014, ele apareceu na 33ª posição da Classificação da Perseguição Religiosa.


com informações da Portas Abertas

 

veja também