Bíblia ganhou traduções para 50 línguas diferentes em 2015

Segundo os funcionários do grupo internacnional 'United Bible Societies' ('Sociedades Bíblicas Unidas'), estas línguas estão em constante desenvolvimento.

fonte: Guiame, com informações da United Bible Societies

Atualizado: Quarta-feira, 13 Abril de 2016 as 4:25

Morador de Papua Nova Guiné lê a Bíblia. (Foto: Joy Ellen)
Morador de Papua Nova Guiné lê a Bíblia. (Foto: Joy Ellen)

No ano passado (2015), o grupo das Sociedades Bíblicas Unidas concluíram as traduções das escrituras sagradas para mais 50 línguas diferentes.

Segundo o próprio site do grupo, essas línguas são faladas ​por cerca de 160 milhões de pessoas. Junto com as traduções, 11 comunidades receberam a sua primeira Bíblia completa e outras seis receberam, pela primeira vez, o Novo Testamento em seu próprio idioma. Os funcionários da 'Sociedades Bíblicas Unidas' dizem que estas línguas estão em constante desenvolvimento.

No final de 2015, a Bíblia completa já estava disponível em 563 línguas faladas por cerca de 5,1 bilhão de pessoas.

Estima-se que atualmente existam 281 milhões de pessoas com apenas algumas partes da Bíblia e outra cerca de 500 milhões sem nenhum trecho das Escrituras traduzido para o seu próprio idioma.

Por exemplo, existem mais de 400 línguas de sinais exclusivos no mundo, mas apenas o Novo Testamento está disponível na Linguagem American dos Sinais. Algumas outras equipes da Sociedade Bíblica têm trabalhado em traduzir partes da Bíblia em outras línguas de sinais.

Também houve um trabalho feito para fornecer a Bíblia em Braille. No México, o trabalho tem sido feito em partes da Bíblia. Há também uma nova Bíblia em Braille no idioma holandês.

Na era digital, as Sociedades Bíblicas Unidas também têm trabalhado para tornar a Bíblia disponível no formato digital.
Ao final de 2015, a Biblioteca Digital do grupo continha cerca de 1.200 Bíblias, testamentos [Novo e Antigo] e porções em cerca de 950 idiomas.


Perseguição religiosa
Outro renomado grupo de tradutores da Bíblia, a 'Wycliffe Associates' disse que vai continuar o seu trabalho, apesar dos perigos extremos que seus funcionários enfrentam, incluindo um ataque violento no início deste mês, no qual quatro pessoas foram mortas.

"Mesmo quando ocorre uma tragédia, como nesse caso, o testemunho de Cristo é alto e claro", disse o Presidente da Wycliffe, Bruce Smith ao FoxNews.com. "Sim, há um tremendo custo, mas como Tertuliano, um pai da Igreja Primitiva, disse: 'O sangue dos mártires é a semente da Igreja".

veja também