Boko Haram ataca cidades nigerianas, causando a morte de pelo menos 200 pessoas

As tropas do exército nigeriano foram capazes de retardar o progresso do Boko Haram, mas não conseguiram para o grupo por completo.

fonte: Guiame, com informações do Christian Head Lines

Atualizado: Segunda-feira, 26 Janeiro de 2015 as 5:05

Militantes do Boko Haram atacaram outra cidade da Nigéria, deixando mais uma vez, um rastro de mortes e destruição. O grupo terrorista invadiu a cidade de Maiduguri no último domingo, 25/01, causando a morte de pelo menos 200 pessoas.

O grupo terrorista também invadiu a cidade de Monguno, no início desta segunda-feira, 26/01.

A BBC relata que o ataque em Maiduguri foi concentrado em torno do quartel da cidade. Tropas nigerianas foram capazes de retardar o progresso do Boko Haram, mas não conseguiram para o grupo por completo.

Um soldado nigeriano relatou os momentos de embate: "Nossos soldados inicialmente repeliram os terroristas, mas eles mobilizaram mais combatentes e voltaram com força total. Eles oprimiram nossas tropas, obrigando-as a retirarem-se."

O ataque em Maiduguri ocorreu ao secretário de Estado John Kerry, que estava na região para uma reunião com o Presidente nigeriano, Goodluck Jonathan. Kerry disse que os Estados Unidos estariam dispostos a ajudar a Nigéria, considerando que seus cidadãos permanecem constantemente em risco de violência sob ameaças do Boko Haram, mas os EUA têm esperado pela próxima eleição presidencial da Nigéria e com ela, uma pacificação.

"Estamos preparados para fazer mais [para combater a ameaça da Boko Haram] mas a nossa capacidade de fazer mais vai depender em algum grau na medida cheia de credibilidade, responsabilidade transparência e tranquilidade destas eleições", disse Kerry.

A organização formada por extremistas islâmicos tem aterrorizado a população da Nigéria, com forte perseguição religiosa, principalmente às minorias cristãs da região.

veja também