Campanhas colhem assinaturas pela liberdade da cristã sudanesa condenada à morte

Organizações criam formulários a serem preenchidos e encaminhados a autoridades sudanesas

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 6 Junho de 2014 as 10:55

sudanesaMeriam Yahia Ibrahim, a sudanesa condenada à morte por se converter ao islamismo, está comovendo todo o mundo com sua história.

Ela deu à luz há poucos dias na prisão e sua execusão por enforcamento está prevista para quando a criança tiver dois anos de idade.

A CSW (Christian Solidarity Worldwide), organização cristã que trabalha pela liberdade religiosa, criou a campanha #SaveMeriam.

No site, a organização criou um formulário para que seja criado um modelo de mensagem para a Embaixada do Sudão. (Clique aqui)

Além disso, a Amnistia Internacional também criou um formulário online de uma petição que será encaminhada ao Ministro da Justiça Mohamed Bushara Dousa. (Clique aqui)


com informações do CSW e Amnistia

 

veja também