Missionários brasileiros falam sobre ataques que sofreram no Níger (África)

Sua casa e também a base missionária de seu ministério foram destruídas. O casal e os filhos não sofreram qualquer ferimento, mas todos os seus pertences foram destruídas.

fonte: Guiame, João Neto

Atualizado: Domingo, 18 Janeiro de 2015 as 5:59

Os protestos contra as publicações satíricas do jornal francês "Chalie Hebdo" (com charges do profeta Maomé) continuam a surtir efeitos em diversos países. Entre eles, o Níger, que já teve em torno de oito igrejas incendiadas neste final de semana, após uma nova publicação envolvendo o profeta do islã.

Os protestos começaram do lado de fora da maior mesquita da cidade. A polícia usou gás lacrimogêneo para dispersar a multidão.

Em seu perfil oficial do Facebook, o casal de missionários Alexandre e Giovana Canhoni (Ministério Guerreiros de Deus) publicou fotos e relataram um pouco do atentado que sofreram nestes final de semana.

Sua casa e também a base missionária - que atendia mil crianças - de seu ministério sofreram ataques. Nenhum dos que trabalham no ministério ou é atendido por ele sofreu qualquer ferimento, mas todos os seus pertences da família e também da Missão foram destruídos.

"Nossa base e casa foram atingidos. Quebraram tudo e queimaram. Saímos 5 minutos antes. Estamos bem. Nossos meninos estão bem graças a Deus. Alguns escondidos e com famílias. Nenhum dos nosso se machucou. Estamos orando e pedindo uma direção de Deus", informou a missionária.

Horas depois, Giovana deu mais detalhes de sua situação e também de sua família. Segundo ela, não é mais possível voltar à base missionária e nem à sua casa. Pois tudo está destruído e eles temem por novos ataques.

"Permanecemos unidos e na base ainda não podemos voltar. Pois as janelas estão quebradas, sem luz e sem água, portão queimado e quebrado. E dentro da casa: destruição. Estamos em paz! Esperando para saber exatamente o que faremos. Alguns locais de projetos também foram atacados e destruídos, não sabemos o valor de tudo que foi perdido. A preocupação não é esta, mas nos alegamos em saber que ninguém se feriu", disse.

No momento, é possível entrar em contato com o casal apenas pelo email: [email protected]

No momento, a família precisa de cinco passagens aéreas para voltar ao Brasil.

É possível ajudar também com depósitos bancários nas contas:

Banco Bradesco
Ag: 0095
Conta: 0126319-6

Banco Itaú
Ag: 6375
Conta 01630-7

Para saber mais sobre o Ministério Guerreiros de Deus, clique aqui.

veja também