China: Casal missionário é preso com a desculpa de 'roubar segredos de segurança nacional'

A acusação feita contra Kevin Garratt e Julia Dawn Garrat pode condená-los à prisão e até à pena de morte

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 14 Agosto de 2014 as 8:49

ChinaAcusado de 'roubar segredos de segurança nacional', o casal Kevin Garratt (54) e Julia Dawn Garrat (53) foi detido por autoridades na China.

A acusação é apenas uma desculpa, já que os dois são missionários evangélicos e mantêm um centro cristão e um local para treinar outros missionários com foco na Coreia do Norte.

A família Garratt mora na China desde 1984, e desde 2008 mantinha uma cafeteria em Dandong, na fronteira com a Coreia do Norte. Da cidade de Dandong partem muitas excursões organizadas para a Coreia do Norte, e acaba sendo o local por onde entram os refugiados norte-coreanos.

No código penal chinês, a pena prevista por espionagem é no mínimo dez anos de prisão e em alguns casos, o acusado pode ser condenado à morte.

O filho do casal, diz não entender o motivo da prisão dos pais, já que não era segredo na cidade que eles eram cristãos. Na cafeteria da família, músicas cristãs tocavam continuamente.

Com a polêmica da prisão, a imprensa divulgou a gravação do casal para divulgar o trabalho missionário. O material tem trechos de Kevin falando sobre estar centrado em Jesus, sobre fé e sobre interceder pela Coreia do Norte.


com informações de Daily Mail / Portas Abertas

 

veja também