Centro de Reabilitação da Portas Abertas na Ásia Central tem resgatado jovens das drogas e levado a Cristo

"Os resultados e os testemunhos servem de motivação e perspectiva de um futuro para aqueles que assistem estes jovens recém-convertidos", diz a organização

fonte: Guiame, com informações da Portas Abertas

Atualizado: Terça-feira, 6 Outubro de 2015 as 10:36

Centro de Reabilitação na Ásia Central
Centro de Reabilitação na Ásia Central

Na Ásia Central, jovens viciados em drogas têm sido libertos através do trabalho do Centro de Reabilitação da Portas Abertas, onde eles moram e recebem aconselhamento.

Um exemplo é o jovem Renat*, viciado há mais de 10 anos. Embora tenha tentado parar diversas vezes, ele não conseguia se livrar do vício e voltava a se drogar quando companheiros lhe ofereciam outras doses.

O pai alcoólatra foi embora quando Renat tinha 10 anos de idade e quando completou 15 anos sua mãe faleceu. Ao invés de ser cuidado pelos avós, o jovem preferiu fugir e viver nas ruas. Aos 25 anos, Renat já era completamente dependente de drogas fortes e perdeu a perspectiva de vida.

Em uma das andanças pelas ruas, ele encontrou o velho amigo Rekeem*, outro dependente que já estava se tratando no Centro de Reabilitação. "Vamos para lá comigo, é um ótimo lugar e as pessoas de lá podem te ajudar. Não prometo que você vai parar de usar drogas, mas pelo menos vão alimentá-lo bem", convidou Rekeem.

O fato de estar há dois dias sem comer, fez com que Renat aceitasse o convite, mesmo sem querer ir. Foi aí que conheceu Jesus e passou a ter a vida totalmente transformada.

"São estas histórias que fazem com que o Centro de Reabilitação da Portas Abertas continue firme em seus propósitos, na tentativa de salvar muitos jovens do mundo das drogas e oferecer a eles uma nova vida em Cristo. Os resultados e os testemunhos servem de motivação e perspectiva de um futuro para aqueles que assistem estes jovens recém-convertidos", diz a Portas Abertas.

* nomes alterados por motivos de segurança

 

veja também