Cerca de 245 reféns são recuperados de cativeiro do Boko Haram, na Nigéria

O Boko Haram está presente no norte da Nigéria há quase sete anos, tentando impor a sua severa interpretação do islamismo na nação mais populosa da África.

fonte: Guiame, com informações de Christian Today

Atualizado: Sexta-feira, 3 Junho de 2016 as 10:22

Cerca de 20 mil pessoas morreram e mais de 2,5 milhões foram deslocadas, como resultado da insurgência. (Foto: NDTV)
Cerca de 20 mil pessoas morreram e mais de 2,5 milhões foram deslocadas, como resultado da insurgência. (Foto: NDTV)

Cerca de 77 membros do grupo terrorista Boko Haram foram rendidos pelo Exército da Nigéria em uma força-tarefa que resgatou 245 de seus reféns.

"As tropas nigerianas foram implantadas na Operação ‘Lafiya Dole’ junto a seus parceiros da Força Tarefa de Articulação Multinacional. Eles estão muito ocupados limpando o restante dos terroristas do Boko Haram em suas áreas de responsabilidade", anunciou o coronel Sani Usman, diretor interino de Relações Públicas do Exército.

"No processo, eles foram capazes de resgatar um grande número de pessoas raptadas, supostamente presas pelos terroristas do Boko Haram, no qual tiveram armas e equipamentos também recuperados", acrescentou Usman.

O Boko Haram está presente no norte da Nigéria há quase sete anos, tentando impor a sua severa interpretação do islamismo na nação mais populosa da África. Cerca de 20 mil pessoas morreram e mais de 2,5 milhões foram deslocadas, como resultado da insurgência.

No mês passado, quase dois anos depois do sequestro das 276 estudantes de Chibok pelo Boko Haram, duas meninas foram resgatadas entre mais 97 que ainda permanecem em cativeiro.

No dia 14 de maio, o presidente francês, François Hollande, disse à uma cúpula de segurança na Nigéria que o Boko Haram tem sido enfraquecido. “Eles foram empurrados para trás, têm sido perseguidos perderam os territórios que controlavam. No entanto, este grupo terrorista continua sendo uma ameaça".

veja também