China pode criar sua própria teologia cristã

Informação foi dada por Wang Zuo'an, líder da Administração de Estado para os Assuntos Religiosos

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 14 Agosto de 2014 as 2:53

ChinaNa última semana, um jornal estatal informou que a China tem planos de criar sua própria teologia cristã, compatível com a cultura chinesa e o socialismo.

"A construção da teologia cristã chinesa tem que se adaptar às condições nacionais e integrar a cultura chinesa", explicou Wang Zuo'an, líder da Administração de Estado para os Assuntos Religiosos, citado pelo jornal China Daily.

A teologia, que coincide com as crescentes tensões entre comunidades cristãs e autoridades, tem que ser compatível com o caminho em direção ao socialismo, segundo o líder.

Cerca de 500 pessoas são batizadas todos os anos na China e atualmente o país tem entre 23 e 40 milhões de cristãos protestantes, que representa aproximadamente 1,7% e 2,9% da população.

"Nas últimas décadas, as Igrejas protestantes chinesas se desenvolveram muito rapidamente, com a adoção de políticas religiosas nacionais", comemorou Wang.

O Partido Comunista, oficialmente ateu, controla rigorosamente as práticas religiosas na China. As igrejas autorizadas só podem se reunir em locais devidamente aprovados e as não autorizadas são reprimidas e dissolvidas.

Até mesmo as igrejas autorizadas ainda sofrem repressão do governo. Recentemente, em abril, uma igreja protestante em Wenzhou (leste) foi destruída por ordem das autoridades.

Segundo números de 2013, 65 milhões de exemplares da Bíblia haviam sido impressos no total na China, incluindo edições nos idiomas das minorias étnicas.


com informações da AFP/Yahoo

 

veja também