"Com a vontade de Deus multiplicaremos nossa vingança", diz rebelde do Estado Islâmico após ataques

Combatentes do grupo radical falam dos prejuízos causados por ataques aéreos dos Estados Unidos

fonte: Guiame, com informações do iG

Atualizado: Segunda-feira, 2 Fevereiro de 2015 as 2:45

Estado Islâmico
Estado Islâmico

Na última semana, o Estado Islâmico perdeu uma área que estava dominada por eles, próximo à cidade síria de Kobani, por consequência de ataques aéredos dos Estados Unidos e países aliados.

Em vídeo, dois combatentes falaram sobre a saída do grupo radical da região em que dominavam cerca de 360 vilarejos.

"Não temos mais como ficar nos lugares por aqui. Ocupamos mais de 70% da região, mas os ataques aéreos não deixaram nenhum prédio em pé. Eles destruíram tudo. Não há mais onde se abrigar", conta um dos homens.

"Juro por Deus. Os aviões deles não saíam do céu, noite e dia. Os ataques aéreos foram ininterruptos. Acertaram tudo, até motocicletas. Perdemos muitos irmãos", disse, frisando a intensidade dos ataques aéreos.

Como já era de se esperar, o discurso do grupo agora é de ódio e vingança. "Com a vontade de Deus retornaremos e multiplicaremos nossa vingança. O Estado Islâmico perserverá. E esta é a mensagem que mandamos ao (presidente dos EUA, Barack) Obama", afirmou outro combatente.

De acordo com informações da coalizão, formada pelos Estados Unidos e mais de sessenta países, as ações aéreas têm enfraquecido o Estado Islâmico.

Leia também: 

Estado Islâmico divulgou vídeo com a execução do jornalista japonês Kenji Goto

Existe uma Igreja que sofre todos os dias. Ouse ser a resposta!

veja também