Continuam as buscas por tripulante da Jocum Internacional (YWAM), desaparecido no Hawaii

Em um comunicado no site oficial da missão "Navios JOCUM" (YWAM), os líderes do projeto pedem que todos continuem orando pelas equipes de buscas e também pela família de Aaron.

fonte: Guiame, com informações do West Hawaii

Atualizado: Terça-feira, 6 Janeiro de 2015 as 9:52

Aaron Bremner tem 24 anos, é integrante da tripulação do barco Hawaii Aloha e segue desaparecido
Aaron Bremner tem 24 anos, é integrante da tripulação do barco Hawaii Aloha e segue desaparecido

As equipes de resgate ainda não encontraram nenhum sinal de Aaron Bremner - tripulante de uma embarcação da Jocum Internarcional (YWAM), que naufragou próximo à praia de Kona Bay, no Hawaii, após uma forte tempestade.

Quatro integrantes da tripulação e o próprio barco já foram encontrados, mas Aaron (24 anos) segue desaparecido.

Segundo o Corpo de Bombeiros do Hawaii, no último domingo, foi possível ter acesso a todas as áreas do barco, que estava afundado. Apesar da busca minuciosa, nenhum sinal do segundo imediato foi encontrado. Em meio à busca, um helicóptero das equipes de resgate identificou um grande campo de destroços subaquático em torno da embarcação.

A embarcação, operada por Navios JOCUM Kona, deixou Kailua Bay e, aparentemente, teria virado na madrugada de sábado a várias milhas da costa, enquanto buscava por um lugar mais seguro para enfrentar a tempestade. O barco estava em viagem missionária para Christmas Island desde a última terça-feira.

Em um comunicado no site oficial da missão "Navios JOCUM" (YWAM), os líderes do projeto pedem que todos continuem orando pelas equipes de buscas e também pela família de Aaron.

"A busca continuou durante todos o dias desde a primeira luz. Somos gratos pelos esforços incansáveis do Corpo de Bombeiros, da Guarda Costeira dos EUA, do Departamento de Terras e Recursos Naturais. Estamos esperançosos pelo retorno seguro de Aaron. Por favor, se junte a nós em oração por ele e sua família, enquanto continuamos a ficar com eles ", disse uma parte do texto.

A Missão também expressou sua gratidão às dezenas de voluntários que ajudaram limpar a área da praia, que ficou cheia de detritos do acidente.

Os Funcionários do Departamento de Terras e Recursos Naturais do Hawaii (DLNR) também estão trabalhando junto a companhias de seguros para desenvolver um plano de remoção dos destroços já encontrados do Hawaii Aloha.

"Nós queremos ter muito cuidado na remoção deste barco, uma vez que ainda contém mais de 500 litros de óleo diesel e está parado uma posição que poderia causar danos ambientais. Os planos que estamos trabalhando atualmente levarão em consideração todos os fatores para minimizar os danos aos recursos naturais frágeis", disse o presidente interino do DLNR, Carty Chang.

Este mesmo departamento ainda relatou na segunda-feira, 05/01, que a tempestade deixou pelo menos cinco outras embarcações encalhadas ou à deriva em torno do Estado.

veja também