Coreia do Norte passa por mudanças, mas perseguição aos cristãos continua

"Este é um momento muito urgente para as orações", diz coordenador da Portas Abertas

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 27 Outubro de 2014 as 9:24

Coreia do NorteO desenvolvimento da Coreia do Norte tem sido acompanhado por pesquisadores que concordam que o país passa por mudanças sem precedentes. Kim Jong-Un, líder da nação, foi hospitalizado e não apareceu em público de 3 de setembro a 14 de outubro.

Os últimos acontecimentos tendem a revelar o que muitos já esperavam: Kim Jong-Un não é mais o homem que detém o poder absoluto na Coreia do Norte. Isto não significa que o regime norte-coreano esteja prestes a ruir, mas parece haver algumas divisões.

Mas não há esperança de mudanças significativas para os cristãos, que são vistos como opositores políticos. A perseguição deve continuar e o tratamento como inimigos do Estado também.

"Precisamos estar preparados para todos os cenários", afirma o coordenador da Portas Abertas para a Coreia do Norte sobre as mudanças. "E nós precisamos orar. Este é um momento muito urgente para as orações."

A Coreia do Norte é considerado o país mais opressor aos cristãos.


com informações da Portas Abertas

 

 

veja também